Página 1 de 1

Canária "sem pontaria"

Enviado: quinta, 26/jul/2007, 12:44
por L M
Uma das minha canárias largou literalmente um ovo no poleiro. Quando lá cheguei de manhã estava um lindo espectáculo, um ovo no fundo da gaiola aos bocados e a zona toda molhada. Se não tivesse partido ainda tentaria pólo no ninho mas como não foi assim a história acabei por me rir com a situação. Ela em principio deverá por mais ovos uma vez que ainda é o primeiro este ano, será que desta vez vai pô-los no ninho ou irá continuar a larga-los pela gaiola a tentar a sorte de em baixo estar o ninho? O que é que vocês fariam nesta situação?

Enviado: quinta, 26/jul/2007, 12:48
por xef
Boas,

Ela parece que ainda não viu o ninho como um ninho ou pelo menos como sendo dela...

Já me aconteceu isso com uma canária, experimentei por o suporte para palhas junto a esse ninho e parece que isso lhe despertou os instintos, a partir desse momento passou a ocupar o ninho.

Mas a minha experiência com canários é muito pouca, alguém deve ter uma explicação melhor.

Enviado: quinta, 26/jul/2007, 12:52
por pedro376h
boas,
se ela não vai nunca para o ninho, vai ser dificil é depois para chocar, mas podes por uma especie de esponja que ocupe o fundo da gaiola (temporariamente) se tiveres muito interesse em aproveitar esses ovos.
eu ja tive uma femea que punha os ovos todos fora do ninho mas era uma excelente mae

Enviado: quinta, 26/jul/2007, 12:58
por L M
Ela hoje foi pela primeira vez deitar-se no ninho mas já tinha partido o ovo já não lhe valeu a pena :D
Já protegi o fundo e se ela fizer o mesmo acho que vou pensar em transferir os ovos para um casal mais acolhedor...

Enviado: quinta, 26/jul/2007, 12:59
por Gaspar_mrb
Caro L M,

Esta época já não é a mais propicia à criação de canários, mas sim entre principios de Janeiro e fins de Maio.
Não sei se se trata de uma fêmea jovem, mas se for esse o caso, a fêmea ainda não sabe onde pôr o ovo. Em todo o caso pode tentar ensiná-la, colocando um ovo de plástico no ninho, bem visível, de modo a que a canária se aperceba de que será ali que deverá colocar os ovos.

Em minha opinião, o mais aconselhável, seria separar os machos das fêmeas, evitando o seu acasalamento, pois as aves nesta época estão na muda da pena, o que as torna um pouco mais frágeis, não sendo muito benéfico para o seu bem-estar o esforço da criação.

Nesta fase, em que as aves ficam mais débeis, devem de ser acompanhadas por boas vitaminas para a muda da pena, de modo a tentar evitar algumas mortes que, quase inevitavelmente ocorrem por esta altura. É a selecção natural...

Os melhores cumprimentos