Standard ou "estalão" do Frisado Gigante Italiano

O Standard ou Estalão de algumas raças de Canários

Moderadores: Armando Moreira, PaulojpFernandes

Standard ou "estalão" do Frisado Gigante Italiano

Mensagempor PaulojpFernandes » sexta, 02/mar/2007, 22:44

8) Olá a todos,

O FRISADO GIGANTE ITALIANO (A.G.I.)

Imagem

Esta raça é uma das mais novas raças reconhecidas pela COM, o seu reconhecimento oficial foi no Mundial de 2001 realizado em Portugal - Sta. Maria da Feira.

Tem a sua origem no Frisado Parisiense que logo no início do séc. XX foram levados para Itália e que aos poucos e poucos foram sendo seleccionados os exemplares que detinham os aspectos da raça mais bem evidentes e foram sendo feito cruzamentos bem adaptados com canários ingleses de grande porte, com resultados bem positivos e indo assim mantendo os aspectos da nova sub-raça. São as regras que “fazem parte do jogo” quando se quer criar uma nova raça.

Imagem

Esta raça de canário tem 11 rubricas no julgamento do seu standard, que são:

1 – CABEÇA E “GOLA” – 15 PONTOS
A característica que mais distingue o A.G.I. é a “gola realçada” que, em forma de “caleira”, assume harmoniosamente à frente o aspecto de um babete elevando-se na região da nuca.
A cabeça, arredondada e muito volumosa, com um bico cónico largo na base e um pescoço rodeado de plumas dirigidas para o alto, é coberta por frisados que dão ao conjunto uma forma de “capuz” completo ou parcial.

2 – ALETAS – 15 PONTOS
Bem desenvolvidas, curvadas para cima sem decaimentos, aproximam-se vaporosa e simetricamente das asas.

3 – TAMANHO – 10 PONTOS
Mínimo de 21cm.
Aspecto harmonioso.

4 – PLUMAGEM – 10 PONTOS
Suave e fina, muito volumosa e composta.
São admitidas todas as cores.

5 – MANTO E “BOUQUET” – 10 PONTOS
Manto com penas largas, longas, muito estendidas que tombam para a frente e sobre os lados a partir de uma zona central do dorso formando um frisado harmonioso e muito vaporoso em forma de roseta.
“Bouquet” pequeno e vaporoso sobre o uropígio, completa o manto.

6 – JABOT E ABDÓMEN – 10 PONTOS
Jabot as penas convergem para cima, formando um “avental” até à zona próxima da “gola” sem formar cavidade.
Abdómen as penas são orientadas para cima e unem-se ao jabot sem formar espaços vazios, tem uma superfície muito ondulada.

7 – CAUDA – 10 PONTOS
Homogénea, robusta, muito longa e direita de extremidade quadrada. Com numerosas penas de galo longas e largas.

8 – POSIÇÃO – 5 PONTOS
Formando 60º com o poleiro.
Altiva e possante com a cauda alinhada com o tronco ou ligeiramente cadente.

9 – ASAS – 5 PONTOS
Regulares e robustas, bem implantadas e não descaídas. Admitindo-se uma ligeira sobreposição das pontas.

10 – PATAS – 5 PONTOS
Grossas e robustas, segurando-se fortemente ao poleiro.
Unhas retorcidas ou com tendência a retorcer-se.

11 – CONDIÇÃO GERAL – 5 PONTOS
Boa saúde, limpeza e atitude vigilante.

Imagem

A gaiola de expo é a mod. A (parisiense) com dois poleiros.

Saudações.
Paulo Jorge
STAM`s REGIONAIS
(FOP) (FONP)
AD70... 855J
______________
Imagem
Avatar do Utilizador
PaulojpFernandes
Site Admin
 
Mensagens: 651
Registado: sábado, 16/dez/2006, 02:07
Localização: Atg. Baleia - PENICHE

Voltar para Standards

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante