R.Aves
***
Mensagens: 106
Registado: segunda, 23/jul/2007, 22:03
Contacto: Sítio web

Bicos de Lacre

quarta, 22/ago/2007, 22:27

Boas,
Há cerca de 10\15 anos tive 2 bicos de lacre que morreram de velhinhos.
Agora estou a pensar em adquirir 1 casal.
Mas tenho algumas dúvidas,
se é possível a sua reprodução em cativeiro, como distinguir o macho da fêmeas, se é legal ter estas aves em cativeiro, etc
Agradecia a vossa ajuda

Avatar do Utilizador
vitor anastacio
Site Admin
Mensagens: 494
Registado: segunda, 16/out/2006, 19:42
Localização: setubal

quarta, 22/ago/2007, 22:59

Boa noite,quanto a ser proibido ou não telos em cativeiro ja foi debatido aqui ha uns tempos atras mas acho que e "proibido" telos em casa apesar de haver uma casa de aves em Setubal que ja os teve a venda onde quando era mais novo comprei um casal,quanto a reprodução em cativeiro e possivel falo por esperiencia propria e tenho conhecido criadores que ja tiveram tambem,quanto a distinção entre os sexos e estremamente dificil determinar o genero destas aves a vista desarmada,as marcas do macho apresentam muintas vezes um maior contraste e o vermelho na barriga tem uma tonalidade mais intensa no entanto isto não constitui uma garantia segura a exibição do macho e o unico sinal seguro,espero que tenha conseguido ajudar com certeza havera outras opiniões que possam esclarecer melhor 8)
Vitor Anastacio criador de Psitacideos.
www.vitoranastacio1973.spaces.live.com

R.Aves
***
Mensagens: 106
Registado: segunda, 23/jul/2007, 22:03
Contacto: Sítio web

quinta, 23/ago/2007, 10:57

Sr. Vitor muito obrigado
Vamos ver de alguem dá mais opiniões



Ricardo

ereira
***
Mensagens: 117
Registado: terça, 05/jun/2007, 17:11
Localização: Pombal

quinta, 23/ago/2007, 13:29

boas
os bico de lacre sao aves que podem criar em cativeiro desde que o viveiro seja suficientemente espaçoso e contenha arbustos e deve ser fornecido bastante material para o ninho e o musgo deve estar incluido.
quanto a distinçao do sexo e muito facil.
basta observar a cor das penas a seguir ao rabo. o macho tem essa zona preta, a femea tem-a d cor castanha.
espero ter ajudado
cumprimentos

pedro376h
Site Admin
Mensagens: 1750
Registado: sexta, 13/abr/2007, 11:09
Localização: águas boas - oliveira do bairro
Contacto: Sítio web

domingo, 06/jan/2008, 01:20

boas,
bem sei que criar estas aves, não será motivante para a maioria das pessoas, mas gostava de saber se mais alguém já conseguiu reproduzi-los com sucesso. ha uns anos, por varias vezes consegui que alguns casais que tinha, pusessem ovos, mas nunca passei disso.
e mutações, existem algumas conhecidas?
um abraco,
pedro duarte
visite http://pedroduarte.blogspot.com

Avatar do Utilizador
AvilandiaPT
*****
Mensagens: 1002
Registado: domingo, 15/out/2006, 08:26
Localização: Benavente - PORTUGAL
Contacto: Sítio web

Bicos de lacre

domingo, 06/jan/2008, 11:53

Olá,

Embora nos ultimos dois anos não tenho criado com eles, já por várias vezes criei bicos de lacre e expus alguns.

Primeiro, a mais simples. Sim, existem mutações: castanho, bico amarelo, malhado. Possivelmente existirão outras.

Em termos de criação embora sempre os tenha tido em viveiro (por acaso com quase nenhuma vegetação e que nunca usaram para os ninhos), sei que alguns criadores os criam em gaiola.
Um dos problemas é precisamente com os casais é que em Portugal temos várias espécies(sub-espécies de bico de lacre que normalmente consideramos uma só. Para mim o mais fácil de criar é o Estrilda astrild (o maior e mais bonito). Nesse a distinção de machos e fêmeas pela cor negra da cauda faz-se bem. No E.troglodyta (mais pequeno) a distinção é pelas marcações rosa/vermelhas mais intensas no macho, mas é falível. O método mais fiável é observar os machos a cortejar as fêmeas.
Embora seja provável que mesmo sendo de diferentes sub-espécies cruzem pode dificultar a formação de casais e sexagem.

Em termos de reprodução, comportam-se melhor em colónia, mas nunca consegui ter mais do que um casal em criação. O factor que parecia desencadear a reprodução foi fornecer sementes verdes em abundância, muitas espigas verdes de painços. Apesar de ter alimento vivo (moscas de fruta) nos viveiros em abundância não penso que tenha sido essencial, e o determinante terá mesmo sido as sementes verdes. Curiosamente sempre que criaram foram excelentes pais. Poucas crias (maximo 3), mas sempre alimentaram sem problemas, deixaram anilhar, etc.

Este ano se conseguir meter tudo em ordem a tempo devo dedicar um viveiro a este tipo de aves com uma colónia maiorzinha.

Cumprimentos,
Ricardo M.
ImagemImagemImagem

carlosbombarral
****
Mensagens: 373
Registado: terça, 17/out/2006, 23:20
Localização: Bombarral

domingo, 06/jan/2008, 19:35

Boas

Pois como diz o Ricardo, efectivamente a maioria dos criadores diz que eles criam melhor em colónias, eu nunca experimentei.

Mas em gaiolas criam com alguma facilidade, claro que não estamos a falar da mesma facilidade dos mandarins ou dos javas, mas criam.

Eu criei em gaiolas de 60 cm com ninho de plástico/fibra normal dos exóticos, apenas disfarçando um pouco o ninho com uns raminhos de folhas em plastico ou uns troços de uma árvore de Natal usada.
Não são nada esquisitos com a alimentação e adoram papa. Pegam bem em pequenos insectos como as moscas da fruta mas no meu caso não comiam muito bem nem o buffalo nem as trelas.

Alem da mistura de exóticos que utilizo, costumo dar numa taça separada, uma mistura 50% de sementes da saude + 50% de sementes para carduelis e vejo que eles adoram isto.

Espero ter ajudado
Um abraço
Carlos Felicio

pedro376h
Site Admin
Mensagens: 1750
Registado: sexta, 13/abr/2007, 11:09
Localização: águas boas - oliveira do bairro
Contacto: Sítio web

segunda, 07/jan/2008, 00:27

boas,
o bico de lacre é um passarinho que sempre apreciei, já há uns anos que não tenho, mas os que tive também tenho noção, que se calhar não lhes dei as condições ideais. apesar disso, eles construiam ninho e punham ovos. mas nunca consegui que os chocassem para grande pena minha.
um dia pode ser que volte a tentar.
obrigado pelas respostas :)
um abraco,
pedro duarte
visite http://pedroduarte.blogspot.com

Bruno cardoso
***
Mensagens: 115
Registado: sexta, 23/fev/2007, 00:11

segunda, 04/fev/2008, 03:24

Engraçado..não fazia ideia que fossem tao dificeis de criar.

Quando tive as minhas primeiras aves, tinha tb um casal de bicos de lacre num viveiro exterior( de 5 metros de compr e 1.5larg) e curiosamente logo no primeiro ano, colocaram ovos..mas a fêmea morreu me durante o choco..contudo estavam ja granditos os embrioes..
Enfim..já lá vao muitos anos e entretanto enveredei por outras raças..mas futuramente quem sabe nao experimento novamente...Assim ja fico a saber se a sorte de principiante existe eh eh..ou se eles criaram devido à dimensao do viveiro.
Já com os pintassilgos, aconteceu o mesmo, tb tinha um casal e criaram logo. O mesmo nao posso dizer dos rouxinois do japao....esses ovos nem vê-los.. Tenho quase a certeza que eram dois machos...MAs é um facto que nunca criaram.eh eh
Já alguem daqui os criou?


cumpmts

Voltar para “Exóticos | Estrildídeos (Estrildidae)”