3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Outras espécies que não estejam incluídas nas categorias acima.

Moderador: Tiago Neves

3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Mensagempor JoaoPT » quarta, 26/jun/2013, 16:18

Olá a todos, após uma pesquisa pela internet descobri este forum e venho então procurar apoio a algo que me aconteceu ontem, dia 25 de Junho de 2013. Vou tentar descrever a situação o melhor possível e adiciono algumas fotografias também. Peço que postem no tópico qualquer questão que tenham ou qualquer dica que tenham, tudo será bem vindo.

1. Encontro dos Melros

Bom, antes de descrever a situação penso que devo começar por descrever o espaço onde tudo se passou. O espaço é um conjunto de 2 casas lado-a-lado com dois andares pertencendo cada andar a pessoas diferentes que partilham um grande jardim que foi então dividido pelas casas. É habitual aves escolherem os nossos jardins para construírem os seus ninhos mas penso que foi a primeira vez que aconteceu esta ocorrência. Como somos do Centro, distrito Santarém, as temperaturas no verão rondam os 30/40 graus e Sol predomina durante o dia.

Quem encontrou as crias foi o vizinho do lado. Eram 3 crias de Melro, 2 encontravam-se num estado saudável e uma tinha a perna raspada e encontrava-se muito fraca e desidratada.

2. Procedimentos

- Após encontrar as crias o Vizinho colocou as saudáveis numa gaiola e a ferida numa outra gaiola de forma a evitar o gato que existe no bairro, colocou também Mercúrio na ferida da ave. Foi aí que me apercebi do que se passava e eu e o meu pai nos juntámos ao nosso vizinho para tentar ajudar.

- Após vermos a situação estável fomos à procura do ninho que não conseguimos encontrar porque o jardim é muito grande e existem vários locais propícios à existência de ninhos. Para além disso, as aves encontravam-se em locais diferentes. (E sim, perguntei onde tinha encontrado o ferido pois havia mais hipóteses de ele se encontrar mais perto do ninho, mas mesmo assim, não conseguimos encontrar nada do ninho)

- Eu e o meu pai aproveitámos o facto de existir uma clínica veterinária ao lado da casa e levámos as crias para procurar ajuda. O Veterinário não ajudou muito mas disse que:

- O Ferido ia morrer em breve.
- A única salvação seria tratar as aves em cativeiro porque os progenitores podiam já não querer contacto com as crias porque as mesmas ficavam com o nosso cheiro. Mas havia poucas hipóteses se as molharmos para eliminar o cheiro.
- Devíamos hidratar as crias.

- Após molharmos as crias colocamos-las numa árvore num sítio bom na esperança que chamassem os progenitores e os mesmos viessem.
JoaoPT
 
Mensagens: 5
Registado: terça, 25/jun/2013, 20:45

Re: [AJUDA]Crias de Melro

Mensagempor JoaoPT » quarta, 26/jun/2013, 16:52

Imagens

312wem8.jpg


w2n2w9.jpg


4lobph.jpg


Update - 26.06.2013

- O Melro ferido morreu.
- Os progenitores encontraram as crias na gaiola e passam por lá.
- O gato apanhou uma outra cria.
JoaoPT
 
Mensagens: 5
Registado: terça, 25/jun/2013, 20:45

Re: [AJUDA]Crias de Melro

Mensagempor joomix » quarta, 26/jun/2013, 22:05

Olha pega na cria ou crias vivas e come-se lhe a dar bocadinhos de carne cortados em tiras finas e de mais menos 3cm antes de os dar ah ave coloque-as num recipiente com água para a ave ao comer os pedaços, como eles estão molhados também vai ingerir a água necessária para a sua criação! Dê 3 a 4 vezes ao dia comida! Criei umas crias de melro assim e sei de muita gente aqui que cria melros bebes assim!
joomix
***
 
Idade: 30
Mensagens: 56
Registado: quarta, 13/jun/2012, 14:42

Re: 3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Mensagempor Pedro121 » quinta, 27/jun/2013, 10:05

Boas,

Bem, sendo assim parece estar tudo ok, a gaiola podia ser maior, evita que os gatos se cheguem muito as crias, as crias DEVEM ser soltas assim que estiverem capazes de voar bem, o que neste caso é mais uns dias.
Pedro Ramalho
Pedro121
*****
 
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/Oct/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

Re: 3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Mensagempor Canary » quinta, 27/jun/2013, 11:21

Boas!

Conclusão, mais valia não terem mexido nas aves...mas compreendo há sempre essa tentação....

Os pais continuam a tratar das aves mesmo que não estejam no ninho...

A única salvação seria tratar as aves em cativeiro porque os progenitores podiam já não querer contacto com as crias porque as mesmas ficavam com o nosso cheiro


Mais um mito.... :wink: O ponto forte das aves é a audição e visão...já o olfacto e paladar muito fracas...

Sei que o papagaio tem 300 papilas gostativas contra 9000 num humano. A nivel de olfacto é semelhante.

Cumps,

JM
João Marques

Visite:
http://jmcanary.skyrock.com/
Canary
****
 
Mensagens: 442
Registado: segunda, 17/dez/2007, 11:56
Localização: Astromil/Porto

Re: 3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Mensagempor JoaoPedro231 » quinta, 27/jun/2013, 12:37

Boa tarde caros Foristas

Concordo plenamente com o que disse o utilizador Canary. Além disso, a morte de uma ou outra cria faz parte das leis da vida e da selecção natural. Este ano criaram no meu espaço de habitação perto de 10 casais de aves diferentes (chapins, milheirinhas, pardais, melros, carriças, rabiruivos e rolas) e a minha atitude como deve ser a de todos foi evitar mexer nos ninhos e interferir nos primeiros dias de voo. Ainda no fim de semana andavam umas crias de rabirruivo aos saltos pelos pátios da casa, com os pais bastante activos de volta deles. A única vez que mexi numa das aves, foi para a tirar do caminho de entrada pois precisava de sair com o carro.
Temos de nos habituar a ver as aves livres e aprender a lidar com a morte das pequenas crias. Todos os anos aparecem carcaças de crias pelo meu jardim, ninhos que são destruídos... Só devemos ter cuidado de proporcionar o melhor ambiente possível as aves. No caso que foi descrito, como disse o Pedro tenha a preocupação de soltar as aves nos próximos dias que os pais encarregar-se-ão de os alimentar e de lhes garantir a sobrevivência.

Só uma última notinha, agora para o senhor joomix. Estamos num fórum público, somos portugueses e devemos ter orgulho no que somos. Acho feio que sucessivamente se vejam erros ortográficos, alguns onde se vê que não há preocupação nenhuma em saber o que se está a escrever. Todos damos erros ou não escrevemos com a melhor concordância; eu próprio tenho posts antigos quando tinha 14 e 15 anos que quando os leio agora fico incomodado com a forma como escrevi. Mas é um extremo quando se escreve num fórum "come-se lhe" em vez de "comece-lhe" (com pouco sentido) ou "ah" em vez de "à". Não quero que me interprete mal, nem estou a querer ser superior a ninguém. Só quis passar uma chamada de atenção para que se tenha mais cuidado na forma como se escreve para uma comunidade como esta.

Cumprimentos
João Marques
Coimbra
JoaoPedro231
***
 
Mensagens: 102
Registado: sexta, 11/jul/2008, 00:21
Localização: Mira-Coimbra

Re: 3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Mensagempor miguelsilva » quinta, 27/jun/2013, 23:34

Boa noite,

Tendo em conta o estado de desenvolvimento avançado que as crias já apresentam, sou da opinião de que poderia soltar desde já as crias, que os pais encarregar-se-ão de cuidar delas. De preferencia numa altura em que tenha algum tempo disponível para que possa verificar de que os pais efetivamente as acolhem e acompanhar esse momento, dando-lhes o distanciamento necessário, claro!

Caso nao o faça brevemente, poderá acontecer que os pais entendam que as crias já estejam em condições de sair do "ninho" e, como estas não o poderão fazer por causa da gaiola, acabam por os rejeitar!

Se os pais as acolherem... estão entregues.

Nestes casos, tal como já foi dito anteriormente é sempre preferível não intervir pois raramente conseguiremos dar um cuidado melhor que o cuidado dos pais.

Dê-nos notícias deste "processo" que é sempre bom sabermos o "final da estória"...


Abraço

Miguel Silva
miguelsilva
***
 
Mensagens: 66
Registado: segunda, 20/mai/2013, 16:52

Re: 3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Mensagempor JoaoPT » sexta, 28/jun/2013, 17:40

Bom pessoal, infelizmente todas as crias morreram :? . Obrigado pela ajuda na mesma e se puderem vejam o meu novo tópico, encontrei uma cria de andorinha. Ainda não fiz nada à espera de concelhos vossos :?

Obrigado a todos,

João Diogo
JoaoPT
 
Mensagens: 5
Registado: terça, 25/jun/2013, 20:45

Re: 3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Mensagempor Criadouro Guadiana » sábado, 29/jun/2013, 11:38

um conselho prático:

quando vemos uma cria, da ave que for, existem duas opções:

deixamos ela onde está, apesar de parecer que caiu do ninho e está indefesa, já que muitas espécies saem realmente muito indefesas dos ninhos, mas logo começam a voar, então, quanto muito tirar ela da calçada, chão, e botar ela num arbusto, ramo de árvore, que de lá ela chamará os pais. caso morram, comidas por gatos, atropeladas, etc., é normal, segundo consta, apenas 1 a cada 10 crias de ave chega à idade adulta.

pegamos ela, e nesse caso, esquecemos os pais e criamos ela à mão, e daí vamos atrás de informação decente sobre o processo e fazemos tudo com sucesso, sem mortes, já que, ao contrário da primeira opção, perder 3 aves criadas à mão é um absurdo e uma lástima, já que a lei da natureza não opera sobre o processo.

claro que a intenção do joão e familiares não foi ruim, mas foi um tremendo desastre, e como costumam dizer, e não levem a mal, de boas intenções o inferno está cheio. Precisamos é de bons resultados.

somando tudo isso, ainda temos que lidar com veterinarios idiotas que não entendam, com o perdao da palavra, porra nenhuma sobre aves, e dão conselhos estupidos.

onde já se viu... molhar as aves para tirar o cheiro...
Aves Criadouro Guadiana
Artigos sobre Criação de Aves
http://avescriadouroguadiana.wordpress.com/
Criadouro Guadiana
****
 
Mensagens: 296
Registado: sábado, 12/jan/2013, 23:50

Re: 3 Crias de Melro encontradas [ajuda]

Mensagempor borllock » sábado, 13/jul/2013, 21:11

Há quase 2 meses também encontrei um melro pequeno na berma da estrada encostado a um muro.
Estava a passear o cão e como conhecia bem o local peguei no melro, este começou aos pios e apareceram os pais agitados, então o que fiz foi atirar o melro para cima do muro (o terreno tinha a altura do muro) pois era o único sitio nas redondezas onde havia árvores e como conheço a propriedade sabia que quando era puto havia sempre muitos ninhos por lá.
Fui-me embora a pensar que tinha salvo a vida do melro. Passei lá nos dias seguintes e não o vi por isso achei que estava tudo bem. Depois houve 1 ou 2 semanas em que choveu e quando passei por lá vejo um melro pequeno exactamente no mesmo sitio morto numa poça de água. Fiquei lixado apesar de que não me pareceu o mesmo pois tinha o mesmo tamanho ainda.
Para mim continuo a achar que fiz bem pegar nele pois estava na estrada e atirar para o terreno onde estava o ninho, mas ver no mesmo sitio outro ou o mesmo melro morto deixou-me a pensar se deveria ter ajudado ou não.
Que acham? Que faziam vocês?
Atenção que o melro era pequeno ainda precisava de mais uma ou 2 semanas para conseguir voar.
Cumprimentos,
José Jesus

Porto - Penafiel

Visitem: https://placeofbirds.wordpress.com/
borllock
Site Admin
 
Mensagens: 3415
Registado: domingo, 01/jul/2012, 16:23


Voltar para Outras Aves

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante