Armando Moreira
Site Admin
Mensagens: 1263
Registado: sábado, 14/out/2006, 22:38
Localização: Maia - PORTUGAL
Contacto: Sítio web

Chás para aves!

sexta, 09/mar/2007, 21:48

:D Olá a Todos!


Fui aconselhado a dar chá as minhas aves. Como sabem o chá é uma infusão de ervas ou plantas. Basicamente é mergulhar a parte ou partes de uma planta em agua quente para extrair o suco e obter um liquido com determinadas propriedades benéficas para a saúde. Sei que existem no mercado chás já preparados para dar as aves, nomeadamente produtos para columbófilas.

Gostaria de saber se vale a pena ou não dar chá as aves. Não tenho experiência neste assunto, se algum membros deste fórum tem experiência neste assunto e não se importava de a partilhar com todos.

Com amizade, :)

Avatar do Utilizador
PaulojpFernandes
Site Admin
Mensagens: 651
Registado: sábado, 16/dez/2006, 01:07
Localização: Atg. Baleia - PENICHE

Chás para aves

sábado, 10/mar/2007, 12:35

8) Olá a todos,

Amigo Armando,

realmente a colombofilia vai muitos anos à nossa frente (em tudo, incluindo a organização), e eles utilizam muito os chàs, mas não se esqueça que os pombos são atletas de alta competição, embora também nós possamos usar alguns desse chás na ornitologia.

Eu já utilizei o chá de casca de salgueiro para combater as salmonelas, um outro chá de uma mistura de ervas para a recuperação fisica que os colombofilos utilizam para receber as aves depois das provas, utilizei um chá de algas marinhas, como nunca tive grandes "problemas" podemos deduzir que é bom juntamente com os nossos produtos, o chato disto tudo é que os bebedouros depois de serem utilizados teem que ir para a lexivia.

Actualmente ainda utilizo o chá Naturaline da marca Natural que é dos pombos, é um extracto concentrado de uma quinzena de plantas e verduras seleccionadas, pelos seus efeitos benéficos sobre os sistemas respiratório, digestivo e urinário, sendo particularmente aconselhado o seu uso durante a muda e a época desportiva.

Sei de alguns colegas de canários que vieram dos pombos que utilizam muito os chás.

Saudações
Paulo Jorge
STAM`s REGIONAIS
(FOP) (FONP)
AD70... 855J
______________
Imagem

carlos de matos
***
Mensagens: 99
Registado: terça, 27/nov/2007, 23:54
Localização: Guarda - Portugal

chás nas aves

quarta, 19/dez/2007, 18:31

Olá a todos!

Há vários anos que dou chá de tília e de camomila aos meus goulds durante os meses de frio, como forma de combater o stress provocado por temperaturas negativas que ocorrem com frequência na minha cidade ( Guarda ). Os resultados sempre foram muito positivos pois acalma bastante as aves e evita o recurso frequente aos antibióticos tradicionais com todas as consequências nefastas que eles produzem quando usados com frequência. Sem os chás, provavelmente já teria desistido dos goulds, pois a mortalidade era muito elavada devido às temperaturas que tinham de suportar, principalmente nos meses de Dezembro, Janeiro e Fevereiro que podem chegar a - 10 / - 12 graus!

Saudações amigas,

carlos de matos

KARDUS
Mensagens: 38
Registado: quinta, 04/jan/2007, 23:39
Localização: Coimbra
Contacto: Sítio web

quarta, 19/dez/2007, 23:37

Caro amigo, o chá é dado na percentagem igual à para beber-mos, ou é diluído no bebedouro.
Abraço

Fuledo
***
Mensagens: 72
Registado: segunda, 12/nov/2007, 10:06

quinta, 20/dez/2007, 09:43

Mas os chás ao por no bebedouro têm de ir frios correcto? ou podem ir quentes?
Tenho canários e pintassilgos que tipo de chás me aconcelham?


Atentamente


PEdro RIbeiro

carlos de matos
***
Mensagens: 99
Registado: terça, 27/nov/2007, 23:54
Localização: Guarda - Portugal

chás nas aves

quinta, 20/dez/2007, 12:06

Olá amigos!

Gostaria de dizer que sou um simples amador na criação de aves e que as minhas "mezinhas" caseiras baseiam-se em experiências que faço e em conselhos de amigos. Tanto nas minhas aves como em problemas familares eu recorro sempre primeiro à natureza e só em "desespero" aos químicos!
Em relação à quantidade de chá, eu costumo fazer o seguinte: Compro os pacotinhos em pó, já feitos, em qualquer média ou grande superficie comercial e deito 3 pacotes para um litro de água. A bebida que a seguir sirvo às minhas aves é apenas chá, não há água a amenizar o efeito. Costumo servi-lo frio, mas por vezes também morno. As minhas aves gostam bastante pois ficam junto ao bebedouro mais tempo do que se fosse apenas para beberem água. O efeito nos meus goulds é fantástico. Resistem muito mais ao frio da Guarda e quase nunca uso antibióticos tradicionais... e não conheço efeitos secundários negativos!!!


Um abraço

carlos de matos

samuel
****
Mensagens: 253
Registado: sexta, 22/jun/2007, 14:58
Localização: Coimbra
Contacto: Sítio web

quinta, 20/dez/2007, 21:04

Num outro tópico falava-se das ortigas como complemento à alimentação dos pintassilgos, se calhar o chá das ortigas tem o mesmo efeito? :roll:

KARDUS
Mensagens: 38
Registado: quinta, 04/jan/2007, 23:39
Localização: Coimbra
Contacto: Sítio web

sexta, 21/dez/2007, 00:07

Amigo Carlos Matos,
esses chás com que frequência dá, todos os dias da semana? :D
Ou tem um esquema diferente...

Abraço...

Avatar do Utilizador
sportcv
Mensagens: 47
Registado: sexta, 12/jan/2007, 12:50

sexta, 21/dez/2007, 13:43

Boas,

realmente estamos sempre a aprender...
esta não me passava pela cabeça, mas realmente até faz todo o sentido...

só uma questão, o chá que é dado às aves, é com ou sem açucar ??

um abraço,
Sportcv

samuel
****
Mensagens: 253
Registado: sexta, 22/jun/2007, 14:58
Localização: Coimbra
Contacto: Sítio web

sexta, 21/dez/2007, 14:09

Nunca dei chá as minhas aves, mas deve ser sem açúcar :lol: .
Quase de certeza :wink: .

O que me falta saber é que chás.
Que plantas é que são utilizadas?
Os chás de compra: camomila, cidreira, chá verde, têm o mesmo efeito nas aves?
Ou existem chás específicos para aves?

carlosbombarral
****
Mensagens: 373
Registado: terça, 17/out/2006, 23:20
Localização: Bombarral

sexta, 21/dez/2007, 20:04

Boas
:D Parece que a coisa está a ficar "chalada" :D

Realmente e como o Armando diz, muitos columbófilos usam chás na manutenção e preparação das suas aves. Não se esqueça que alguns é para lhe juntarem outros quimicos e outros apenas pelas suas propriedades.

Para nós, e convém não esquecer que a maioria das nossas aves é granivora, logo deveria ser alimentada com sementes, podendo e devendo, é claro, fazer-se uma suplementação, de um outro nutriente que não lhe consigamos formecer pelas sementes.
Para isso a maioria usa as papas.

Quanto aos chás efectivamente, os pessoal dos pombos usa o de casca de salgueiro (protege dos parasitas intestinais e das bactérias coli, salmonelas, coccídeos e vermes), o chá Belga (muito usado nos reprodutores e em fins de muda para fortalecimento das aves), e um que é uma mistura de várias ervas, para recuperarem os pombos depois das provas (na minha opinião e pelo que sei náo é mais que uma serie de quimicos em "mistela" mas é só a minha opinião. Por vezes usam também o chá de flor de enxofre (não Pedro, não é o quimico, esse não tem flor :D ) para melhorar, e muito, a plumagem.

Quanto ao que o Carlos Matos diz por experiencia, quem sou eu para duvidar, não é? Apenas pergunto se eles não ficam mais tempo junto dos bebedouros por curiosidade, pois a cor é diferente, ou por estar morno?
Pois sinceramente não vejo como o chá de tilia ou camonila possam prevenir algum tipo de doença. Quanto a acalmarem as aves, concordo e tem toda a razão, pois também é esse o efeito que têm nas pessoas.

Só mais uma coisa para aqueles que pensem usar estes ou outros chás, não se esqueçam que como diz o Paulo jpFernandes a limpeza é mais complicada... alguns até cirro nos bebedouros transparentes deixam.

Cumprimentos
Carlos Felicio

carlos de matos
***
Mensagens: 99
Registado: terça, 27/nov/2007, 23:54
Localização: Guarda - Portugal

chás nas aves

sábado, 22/dez/2007, 00:14

naturalmente sem açucar...

Carlos de Matos

joao rosa
***
Mensagens: 82
Registado: domingo, 30/set/2007, 00:01
Localização: tomar
Contacto: ICQ AOL

Re: chás nas aves

sábado, 22/dez/2007, 20:06

boa noite, acham que o cha pode ser vantasoso para os psitacideos?
aguardo por uma resposta,
cumprimentos
Joao Rosa

paulito
Mensagens: 15
Registado: segunda, 30/jun/2008, 21:08

quarta, 02/jul/2008, 22:31

ao ler este topicosurgio-me uma duvida que gostaria de perguntar ao amigo Carlos de Matos e a todos os criadores de diamante gould.

eu sinto um grande fascinio e curiosidade em relacção a esta ave, e estava a pensar em experimentar em as criar, mas tem me dito que são muito senciveis ao frio e estava quase a desitir da ideia pois neste momento não tenho condições para lhes dar um ambiente aquecido.

ao ler este topico ouvi falar em temperaturas muitissimo baixas?
afinal o que é que estas aves aguentão? será que afinal não são assim tão senciveis? o meu aviário vai ficar com uma abertura para a entrada directa da luz solar, será que os posso criar ou está fora de questão nestas instalações?

obrigado pelos esclarecimentos

carlos de matos
***
Mensagens: 99
Registado: terça, 27/nov/2007, 23:54
Localização: Guarda - Portugal

goulds

terça, 15/jul/2008, 01:21

amigo Paulito!

Sou um amante de exóticos, principalmente goulds, e acredite que não deve haver em Portugal ( Guarda) condições mais difíceis do que as que os meus suportam! De Novembro a Fevereiro os meus goulds têm sempre temperaturas entre os 0 e os 12 graus no máximo. São dias seguidos de temperaturas negativas no exterior, no entanto com persistência e algum engenho tenho conseguido manter um lote mais ou menos estável de 60 exemplares. Nunca têm aquecimento, tento dar-lhe uma alimentação equilibrada através dos conselhos de criadores de sucesso que conheço nas exposições. Durante os dias mais frios substituo a água por chá de tília e camomila( calmantes naturais ) desta forma entram menos em stress. Naturalmente morrem sempre alguns exemplares nestas condições, mas os mais fortes ficam e tudo recomeça de novo. Se pretende iniciar a criação de goulds não hesite, estude apenas qual a melhor solução para si. De início poderá ter alguns fracassos mas com a ajuda dos amigos do avespt decerto melhores dias virão... Não esqueça que hoje em dia os goulds já não são tão sensíveis como outrora.
boa sorte

carlos de matos

Voltar para “Alimentação e Nutrição”