A luz nas criações.

Opiniões e ideias experientes

A luz nas criações.

Mensagempor Armando Moreira » domingo, 13/mai/2007, 21:18

:D Ola a Todos!

Um parâmetro importante na criação de aves é a variável "horas de luz".

Como todos sabem nos climas temperados, a duração do dia não é igual durante o ano todo. No Inverno o dia é pequeno, no Verão o dia é grande. Portanto as horas de luz variam ao longo do ano.

A luz é captada pelos olhos das aves, influencia algumas glândulas que segregam hormonas. Outros factores são a temperatura, a humidade, o aumento do teor de proteínas na alimentação, o canto dos machos, locais e materiais adequados a nidificação.


A maior ou menor quantidade de hormonas sexuais no sangue vai condicionar a actividade reprodutora. Alguns criadores aumentam artificialmente a intensidade luminosa para controlar o ciclo reprodutivo. O uso de aparelhos electrónicos que controlam e programam automaticamente o numero de horas de luz. Chamo a atenção dos riscos que este processo tem se for mal aplicado, pode provocar a muda das penas devido a desregulação hormonal.

A alimentação das aves não deve ser igual ao longo do ano. Durante o período de acasalamento e reprodução devemos gradualmente aumentar o teor de proteína (vegetal e/ou animal). Para isso podemos recorrer as papas, levedura de cerveja, mix-proteicos, insectos (bicho da farinha, búfalo, grilos, e outros...), sementes como o cânhamo, niger ou semilha a aveia.

A temperatura pode ser controlada por um termostato ou maior ou menor isolamento térmico do local onde as aves estão alojadas.

O teor de humidade é importante para uma boa eclosão dos ovos, assim como para o sucesso reprodutivo de algumas espécies. Os locais com excesso de humidade estão sujeitos ao aparecimento de bolores e fungos. Por isso um desumidificador poderá ser uma instrumento útil nestes casos.


Algumas espécies menos adaptadas ao ambiente domestico ou de maior tamanho necessitam de espaço para estarem disposta a entrar no ciclo reprodutivo. Se o espaço for pequeno as aves poderão estar nervosas o que vai impedir a produção das hormonas necessárias a reprodução. Também a forma do ninho (taça, caixa), o tamanho e o local (interior, exterior, camuflado ou não) onde esta colocado se não for bem escolhido pode conduzir ao fracasso. Os materiais de que o ninho é feito (plástico, madeira, fibras) a cor clara ou escura. Para as aves construírem o ninho existem materiais apropriados a cada espécie, a sua escolha correcta é importante pois pode ajudar a estimular a fêmea ou o macho a construir o ninho.

O objectivo deste artigo é ajudar a lembrar que criar aves não é só ter uma gaiola e juntar um macho com uma fêmea, temos que conhecer as aves e dar-lhes condições adequadas para elas poderem estar dispostas a reproduzir-se.

Se calhar esqueci alguma condição importante, por isso apelo a vossa contribuição para completar este artigo, com sugestões e comentários.


Com amizade, :)
Avatar do Utilizador
Armando Moreira
Site Admin
 
Mensagens: 1259
Registado: sábado, 14/Oct/2006, 22:38
Localização: Maia - PORTUGAL

Mensagempor NunoSantos » domingo, 13/mai/2007, 23:20

Ola Armando, é verdade a Luz é uma variável muito importante na criação e desenvolvimento de todos os seres, e para que o artigo esteja mais completo será que alguém pode colocar dados numéricos recomendados para todos esses factores que o amigo Armando menciona?, por exemplo, temperatura, humidade, horas de luz, etc... é que a maioria dos artigos diz que é bom manter uma temperatura, manter uma humidade mas parece que se esquecem de dizer os números :).
NunoSantos
****
 
Idade: 39
Mensagens: 356
Registado: terça, 24/Oct/2006, 21:45
Localização: Ourentã - Cantanhede

A luz nas criações 2

Mensagempor Armando Moreira » segunda, 14/mai/2007, 10:57

Olá a Todos!

Como criador de canarios, não me posso pronunciar sobre valores necessarios para outras espécies. Para os meus canarios as temperatura podem variar entre os 10 e os 35 ºc. A humidade entre os 40 e 60%. As horas de luz são as horas da luz do dia não uso iluminação artificial.

Nuno a temperatura e a humidade depende da espécie que estamos a criar ou a que está habituada.Não existem receitas ou formulas infaliveis pois cada caso é um caso.

Por exemplo uma ave habituada a viver no exterior suporta amplitudes termicas maiores do que aquelas alojadas em instalações interiores.

Por isso não posso dar valores fixos para a temperatura, pois depende do tipo de local onde esta alojada. è claro que se o local for muito frio e queremos antecipar a época de acasalamento deveremos fornecer calor para aumentar a temperatura de uma maneira gradual. No periodo de repouso a temperatura média podera ser mais baixa.

A humidade devera andar a volta dos 40 a 60%, isto são valores indicativos.

Para este artigo ser mais completo deveria ter em conta as condições do local onde estão alojadas as aves e de que espécie de aves estamos a considerar, por exemplo se elas já estão aclimatadas caso sejam tropicais.

POr isso apelo a colaboração dos membros deste forum nomeadamente ao Nuno Santos que queiram revelar os numeros ou valores indicativos de temperatura, humidade, horas de luz que usam no manejo das espécies que possuem.

Com amizade, :)
Avatar do Utilizador
Armando Moreira
Site Admin
 
Mensagens: 1259
Registado: sábado, 14/Oct/2006, 22:38
Localização: Maia - PORTUGAL

Mensagempor vilardemouros » segunda, 14/mai/2007, 16:10

Para mim o número de horas de luz é extremamente importante, nomeadamente na altura da preparação dos reprodutores e na epoca de criação.

Reparem, ainda na epoca de criação do ano passado tive essa prova.

Em 2005 o Nacional foi em Esmoriz. Como faço parte da direcção da federação, durante o nacional estive praticamente no nacional todos os dias. Aquando da recepção das aves, nos dias de julgamentos etc.. Nesses dias acabava sempre por ficar a jantar em Esmoriz com a organização, juizes etc, o que levava a que chegasse a casa sempre depois das 22 horas, e so depois ia tratar dos pássaros.

Para isso, prolonguei a duração da luz artificial normalmente ate as 23 horas. Resultado? Em inicios de janeiro, as femeas de canario, que ainda estavam no voador começaram a pôr.

Por dia retirava dezenas de ovos!

Conclusão?

Quando chegou a epoca de reprodução, (que para mim começa sempre em Fevereiro, depois dos camp. do mundo, quando eu acasalo os canarios), ovos nem vê-los! para uma grande parte dos casais.

A epoca nunca mais correu da forma que eu gosto. Posteriormente as coisas foram-se equilibrando, mas o erro originou consequencias.

Aprendi e agora por mais que seja necesario a luz nessa epoca apaga-se sempre a partir das 20 horas.

Claro que cada pessoa é um caso, pois em cada canaril as condições são diferentes, mas fica aqui um testemunho prático: a luz é um factor muitissimo importante, principalmente na criação.
Carlos Fernando Ramôa
vilardemouros
***
 
Mensagens: 134
Registado: domingo, 15/Oct/2006, 21:59
Localização: Povoa de Varzim, Portugal

A luz nas criações 3

Mensagempor Armando Moreira » segunda, 14/mai/2007, 17:06

:D Ola a Todos!

Agradeço o testemunho do amigo Carlos Ramôa. Penso que a partilha de experiencias enriquece e valoriza o conteudo deste forum.

Com amizade, :)
Avatar do Utilizador
Armando Moreira
Site Admin
 
Mensagens: 1259
Registado: sábado, 14/Oct/2006, 22:38
Localização: Maia - PORTUGAL

Mensagempor NunoSantos » segunda, 14/mai/2007, 17:42

Como bem diz Armando e Carlos, cada caso é um caso, eu tenho uns quantos casais de agapornis e 2 casais de ring necks, não tenho controlo sobre a temperatura nem a humidade, mas tenho sim sobre a iluminação, e tenho porque como nunca tenho horas certas de chegar a casa para tratar das aves decidi colocar um relogio (dos mais simples, dos que se compram no Aki por 3€), que se liga no verão por volta das 20h e desliga-se por volta das 22h, no inverno vou actualizando a hora de inicio, tanto pode começar às 18h como pode começar às 17h30m, mas isso controlo manualmente :). As minhas aves de 2ª a 6ª são sempre tratadas à noite, é a meia hora (mais coisa menos coisa) que utilizo para tratar deles e eles tratarem do meu stress do trabalho :), pode ser antes das 22 ou pode ser por volta das 19h, não tenho uma hora fixa, de aí a necessidade de ter a iluminação, não utilizo a iluminação como estimulante para a criação ou qualquer outra coisa, apenas para poder alimentar e estar um pouco com as aves e aliviar o stress diário.
NunoSantos
****
 
Idade: 39
Mensagens: 356
Registado: terça, 24/Oct/2006, 21:45
Localização: Ourentã - Cantanhede

Mensagempor vilardemouros » terça, 15/mai/2007, 10:55

Ja agora comento e pergunto qual o feedback da utilização das lampadas ARCADIA ou similares de outra marca?

Se alguem utilizou, notou melhorias nas criações?
Carlos Fernando Ramôa
vilardemouros
***
 
Mensagens: 134
Registado: domingo, 15/Oct/2006, 21:59
Localização: Povoa de Varzim, Portugal

Luz artificial

Mensagempor PaulojpFernandes » terça, 15/mai/2007, 14:16

8) Olá a todos,

o pessoal aqui em Peniche tem por habito de começar as criações mais cedo que o normal, normalmente quase todos começam em Janeiro mais tardar em Fevereiro, isto porquê? Porque assim também se acaba mais cedo as criações é que o nosso clima é muito humido(Peniche está "enfiada" dentro do mar), quer seja de inverno , quer seja no verão, por isso as aves começam muito cedo a fazer muda de pena .

Eu pessoalmente este ano comecei só em Março, mas já tive anos em que também comecei em Janeiro e por esta altura já estava a terminar as criações, para isso tinha que proporcionar ás aves mais tempo de luz, mas ía aos poucos aumentando gradualmente esse mesmo tempo até um máximo de 12 horas no ínicio das posturas, para quando do nascimento das aves estar nas 14 horas de luz, se a mudança for brusca pode desregular o organismo delas e o primeiro sintoma é começarem uma muda fora de tempo, outro sitoma é as femeas começarem a por ovos sem a gente querer.

Ramoa,
eu pessoalmente não tenho lampadas da "arcadia" mas a malta "da cor" tem e gostam muito do resultado delas não só no aspecto da criação mas mais em termos de plumagem, dizem que lhes transmite uma cor mais natural !!!

Saudações
Editado pela última vez por PaulojpFernandes em terça, 15/mai/2007, 15:44, num total de 1 vez.
Paulo Jorge
STAM`s REGIONAIS
(FOP) (FONP)
AD70... 855J
______________
Imagem
Avatar do Utilizador
PaulojpFernandes
Site Admin
 
Mensagens: 651
Registado: sábado, 16/dez/2006, 02:07
Localização: Atg. Baleia - PENICHE

Mensagempor vilardemouros » terça, 15/mai/2007, 15:40

Ola Paulo.
Pois, eu também ainda não experimentei as lampadas, sempre achei que tinham um custo alto e segundo se diz devem ser renovadas todos os anos. Eu para dotar o meu espaço de lampadas dessas precisava para aí de umas dez e estás a ver!!! era muita massa.

Mas vamos ver, pode ser que para o ano experimente.

Só uma pergunta: como fizeste para inserir essa imagem do border aqui no forum? É que eu queria "postear" algumas fotos das minhas crias e outras e não sei como. obg.

cumprimentos aí à malta.


Quando dizes "anfiada", dizes porque aí se confundem os "a" pelos "e"?

É que aqui na Póvoa acontece precisamente o mesmo :D :D
Carlos Fernando Ramôa
vilardemouros
***
 
Mensagens: 134
Registado: domingo, 15/Oct/2006, 21:59
Localização: Povoa de Varzim, Portugal

Mensagempor PaulojpFernandes » terça, 15/mai/2007, 15:48

8) Olá a todos,

:oops: ops, não é "anfiada", mas sim enfiada :lol: :lol: já fui rectificar :lol:

Ramoa, eu mando uma mensagem pm.

Saudações
Paulo Jorge
STAM`s REGIONAIS
(FOP) (FONP)
AD70... 855J
______________
Imagem
Avatar do Utilizador
PaulojpFernandes
Site Admin
 
Mensagens: 651
Registado: sábado, 16/dez/2006, 02:07
Localização: Atg. Baleia - PENICHE

Mensagempor vilardemouros » terça, 15/mai/2007, 16:44

Ops digo eu :oops:

É que aqui na Póvoa, no meio piscatório e com origem aqui na terra, sistematicamente se lêem os "e" por "a" e os "a" pelos "e".

Pensei que como Peniche também tem comunidade piscatória e está junto ao mar se passasse o mesmo.

Afinal estava errado. Desculpa, não foi com intençao de chamar a atenção para o erro.
Carlos Fernando Ramôa
vilardemouros
***
 
Mensagens: 134
Registado: domingo, 15/Oct/2006, 21:59
Localização: Povoa de Varzim, Portugal

Como Postar Fotos

Mensagempor carlosmcd » quarta, 16/mai/2007, 13:47

Para responder ao Carlos Ramôa sobre como postar fotos:
1) - Acessa o site: http://photobucket.com/ (ou outro site similar, de armazenamento de fotos e vídeos)
2) - Registas-te, segues os passos normais..., depois fazes o upload das tuas fotos para lá, elas passam a estar lá armazenadas num album.
3) - Queres postar determinada foto da qual já tenhas feito o upload para o site, é simples..., acedes ao site...login... procuras a foto...copias o IMG CODE...e depois é só fazeres past no sítio que quiseres...nada mais simples.
Cumprimentos,
Carlos Dias
Avatar do Utilizador
carlosmcd
 
Mensagens: 20
Registado: quinta, 10/mai/2007, 17:47
Localização: Loures

Mensagempor vilardemouros » quarta, 16/mai/2007, 15:35

Obrigado pela dica. Irei experimentar e depois logo digo alguma coisa.

cumprimentos
Carlos Fernando Ramôa
vilardemouros
***
 
Mensagens: 134
Registado: domingo, 15/Oct/2006, 21:59
Localização: Povoa de Varzim, Portugal

Mensagempor adr » terça, 12/fev/2008, 03:19

Apesar deste post já ser um tanto antigo, como sou novo no forum e estou começando a criar usando luz artificial e temperatura controlada por um climatizador, gostaria de opinar sobre o assunto.
Falando de temperatura e umidade, o q tenho visto com criadores e em publicações específicas, para as espécies q crio, principalmente magellanicus e cardinalitos, q hj são o foco da minha criação, é algo em torno dos 25 a 30ºC, com uma humidade entre 40 e 60%.
A iluminação é um tema muito discutido em criação de pássaros, encontramos tanto defensores como críticos de criações com luz artificil ou natural, eu, particularmente, acho q nada supera a mãe natureza em toda a sua magnitude, tenho certeza q nunca conseguiremos criar em cativeiro condições iguais àquelas q os pássaros encontram na natureza, o máximo q fazemos é tentar nos aproximar disso em todos os aspectos, alimentação, higiêne, luminosidade, etc... O q nos facilita é a capacidade dos seres vivos de se adaptarem. Pelo q tenho visto, o ideal é se chegar a um número próximo das 14hs de luz por dia, na época de cria, aumentando gradativamente a quantidade de luz diária, alguns minutos por dia, para q possamos passar lentamente do período de descanso(Pós muda) ao período de cria. Um cuidado q deve ser tomado para quem usa iluminação 100% artificial é de ter um gerador q nos fornecerá energia qd a mesma faltar, não sei aí em Portugal mas aqui no Brasil é comum termos falta de energia, prinicipalmente no Verão, imaginem então q dois ou três sem luz no criadouro poderia fazer com q os pássaros entrassem em muda e jogaria por água abaixo toda a época de cria. Tb é interessente o uso desses aparelhos controladores de luz, q ligam e desligam lentamente a luz, simulando o amanhecer eo anoitecer, visto q os pássaros não enxergam nada no escuro, apagar a luz abruptamente causaria alguns problemas como, por exemplo, os bichos ficarem se debatendo na gaiola sem achar o poleiro.
Qt ao pássaro por ovos antes do período q se deseja e depois não por mais é só uma questão de se programar para a época de cria, já q uma fêmea nasce com a quantidade exata de ovos q pode por em sua vida inteira, qt a isso não podemos fazer nada, o q podemos fazer é acelerar ou retardar sua vida reprodutiva.
Avatar do Utilizador
adr
 
Mensagens: 19
Registado: segunda, 04/fev/2008, 07:18

Iluminação

Mensagempor joao carlos » terça, 12/fev/2008, 12:09

Não poderia de deixar de aqui colocar a minha opinião pessoal, enquanto criador de exóticos.
Eu geralmente começo a criação em Setembro e até final de Dezembro. Como o meu viveiro está mal orientado em relação ao nascer do sol, programo a luz para iniciar as 07H00 e apagar 21H00.
A nível das criações, tenho tido uma melhor qualidade de aves, pois como é lógico, mais horas de luz, melhor alimentadas estão as aves.
Depois existe ainda o aquecimento para tentar manter uma temperatura constante, no meu caso são + ou - 15 graus, pois só assim consigo que os meus exóticos se reproduzam.
Tenho igualmente um desumificador ligado durante a mior parte das 24H00.
E para finalizar, quando vem a factura da luz para pagar é que são "elas".

Cumprimentos,
Cumprimentos
João Carlos Badalo

www.exoticosdojoao.com
Avatar do Utilizador
joao carlos
***
 
Idade: 53
Mensagens: 166
Registado: quinta, 15/mar/2007, 17:25
Localização: Elvas


Voltar para Artigos técnicos e de opinião

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante