Sandra Regina Gomes Basto
Mensagens: 1
Registado: quinta, 09/nov/2006, 21:05

Possibilidades de cruzamentos..

quinta, 09/nov/2006, 21:23

Peço informações sobre possibilidades de cruzamentos entre Canários Arlequins e outras raças..

Pintassilgo
Mensagens: 48
Registado: quarta, 25/out/2006, 13:55
Localização: Leça da Palmeira

cruzamentos

sábado, 11/nov/2006, 01:12

Olá Sandra tudo bem? Não sei se entendi bem a pergunta mas pelo que entendi.. a situação é esta.. podes cruzar o canário arlequim com qualquer especie das centenas de canários que há. Mas o ideal será cruzares com outro arlequim para não criares mestiços e manteres assim a pureza da raça. Espero ter ajudado.
Cumprimentos,
Pintassilgo.

Armando Moreira
Site Admin
Mensagens: 1263
Registado: sábado, 14/out/2006, 22:38
Localização: Maia - PORTUGAL
Contacto: Sítio web

Cruzamentos e possibilidades

domingo, 12/nov/2006, 23:35

:D Olá a Todos!

A pergunta da Sandra é uma pergunta aberta ou seja é genérica, logo dificil de dar uma resposta objectiva.

A resposta do meu amigo "Pintassilgo" está certa. Ou seja quando se seleciona ou escolhe um par de reprodutores devemos ser objectivos. Temos em vista obter um determinado resultado. Podemos prever os resultados se conhecermos as leis da heriditariedade e noções de genética.

Por exemplos:
1- Se o objectivo é manter o canário Arlequim puro como canário de porte. Temos de conservar um determinado conjunto de pressupostos ou itens (tamanho, cor, plumagem, etc) que numa exposição ou concurso são avaliados com a atribuição de pontos. Pode consultar o standard da raça no site do CPJO - Colégio Português de Juízes de Ornitofilia. Se cruzar um exemplar desta raça com outro tipo de canário vai introduzir alterações ao standard. Ou seja vai uma ave imperfeita em relação ao standard ou ideal para esta raça.

2- Se o objectivo é obter descendência fértil, sem preocupação de manter o standard, qualquer canário serve. Os descendentes irão herdar os caracteres dominantes dos pais, terão parecenças com o pai ou com a mãe. (Isto posto de uma maneira simples.)

2.1- O canário Arlequim (Serinus canaria) pode ser cruzado com outras espécies de canários (Sp Serinus), como por exemplo canários africanos como: o canario de moçambique (Serinus moçambicus), o cantor de África (Serinus leucopygius) ou espécie de canário europeu o serezino (Serinus serinus), isto só para referir as espécies mais vulgares. A hibridação com as espécies africanas pode ser difícil na medida em que as épocas de acasalamento pode ser distintas. A sincronização do casal pode não ser fácil... Pois as espécies africana criam no Outono e as europeias na Primavera. Existem métodos para ultrapassar este problema. Não me vou alongar mais neste tema pois, não tenho experiência nesta área apenas sou um curiosos nestas matérias...

Neste fórum com certeza haverá pessoas mais qualificadas para completar ou rectificar esta minha explicação.

Despeço-me de todos com amizade,:)

Armando Moreira

Avatar do Utilizador
BicoTorto
Mensagens: 20
Registado: sexta, 31/ago/2007, 16:10

Cruzamentos e possibilidades

sexta, 07/set/2007, 01:16

Boa noite!

Relativamente ás Roselas, (penante,azul, adelaide, etc, etc.) o cruzamento entre elas é possível produzindo mutações ou é considerado hibridação ?
Imagem

Cumprimentos
Adelaide Silva

pedro376h
Site Admin
Mensagens: 1750
Registado: sexta, 13/abr/2007, 11:09
Localização: águas boas - oliveira do bairro
Contacto: Sítio web

sexta, 07/set/2007, 01:33

hibridaçao, pois são especies diferentes. por vezes passam-se mutaçoes de uma especie para outra atraves de cruzamentos entre especies diferentes (como no caso dos fischeris e personatas). são as transmutaçoes (se estiver errado corrijam-me). mas depois volta se a depurar essas aves atraves de acasalemtos selectivos.
um abraco,
pedro duarte
visite http://pedroduarte.blogspot.com

Pintassilgo
Mensagens: 48
Registado: quarta, 25/out/2006, 13:55
Localização: Leça da Palmeira

sexta, 07/set/2007, 01:38

Amigo, pode cruzar roselas entre si de mutaçoes diferentes é o mesmo caso que em cima nos canarios mas pode dar aves nao puras ou seja mestiças. Híbridas já é diferente pois requer cruzar nao rosela com rosela mas sim especies diferentes tipo rosela com caturra.

pedro376h
Site Admin
Mensagens: 1750
Registado: sexta, 13/abr/2007, 11:09
Localização: águas boas - oliveira do bairro
Contacto: Sítio web

sexta, 07/set/2007, 01:45

pois mas daquilo que eu entendo de roselas que não é muito, refira-se, cruzar uma penante com uma adelaide não é cruzar duas mutaçoes mas sim especies ou sub-especies diferentes.
um abraco,
pedro duarte
visite http://pedroduarte.blogspot.com

Avatar do Utilizador
BicoTorto
Mensagens: 20
Registado: sexta, 31/ago/2007, 16:10

cruzamentos e possibilidades

sexta, 07/set/2007, 11:04

Caro Pintassilgo no caso de se juntarem roselas de espécies diferentes e obtermos mestiços obteremos por certo aves estéreis, não?

A dúvida surge porque se eu não comprar um casal junto vou ter que ter cuidado ao comprar os dois elementos pois parece-me difícil distinguir as subespécies de roselas. Tambem li que a rosela adelaide já é um híbrido,i.é. um cruzamento de subespécies difs.
Podem elucidar-me?
Imagem

Cumprimentos
Adelaide Silva

ereira
***
Mensagens: 117
Registado: terça, 05/jun/2007, 17:11
Localização: Pombal

sexta, 07/set/2007, 12:18

boas
começando pela rosela adelaide trata-se d um hibrido entre a flaveolus(rosela amarela) e a elegans(penante) mas trata-se dum hibrido fertil o k nao acontece por exemplo c os hibridos canarioxpintassilgo.ker isto dizer k se tivermos um macho e uma femea adelaide temos roselas adelaide.
quanto a outros cruzamentos possiveis penso ja ter visto rosela azulxvermelha mas nao tenho a certeza.
pelo que conheço de ornitologia se nao existem outros cruzamentos a serem feitos e porque nao sao viaveis(as crias morrem) ou entao muita mortalidade, mas e so akilo k penso, posso tar completamente errado. penso tambem que em portugal como nao existem muitos criadores d roselas os que as tem preferem obter bons resultados c as subespecies existentes k tentar cruzar subespecies.
sobre a distinçao entre roselas nao m parece nada dificil distinguir as subespecies mais conhecidas e acessiveis.
http://arlpereira.tripod.com
pode dar uma olhada neste site que tem fotos das subespecies mais conhecidas d roselas
cumprimentos

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

sexta, 07/set/2007, 13:23

Pintassilgo Escreveu:Amigo, pode cruzar roselas entre si de mutaçoes diferentes é o mesmo caso que em cima nos canarios mas pode dar aves nao puras ou seja mestiças. Híbridas já é diferente pois requer cruzar nao rosela com rosela mas sim especies diferentes tipo rosela com caturra.
Sim e não, dentro da mesma especie de roselas podes cruzar mutações diferentes sem problemas, mas se cruzares especies DIFERENTES de roselas terás hibridos, não é preciso chegar ao extremo de cruzar com caturras, é preciso não esquecer que existem entre 9 a 7 especies de Roselas (depende se se considera a flaveolus e a adelaide especies separadas ou se consideras que são subespecies da elegans) e depois ainda temos as subespecies propriamente ditas
Pedro Ramalho

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

Re: cruzamentos e possibilidades

sexta, 07/set/2007, 13:33

BicoTorto Escreveu:Caro Pintassilgo no caso de se juntarem roselas de espécies diferentes e obtermos mestiços obteremos por certo aves estéreis, não?
Depende, mas em varios casos os hibridos são ferteis porque a nivel geneticos as especies não são suficientemente diferentes uma da outra

BicoTorto Escreveu: pois parece-me difícil distinguir as subespécies de roselas. Tambem li que a rosela adelaide já é um híbrido,i.é. um cruzamento de subespécies difs.
Podem elucidar-me?

Bem, distinguir as subespécies até pode ser difícil mas no teu caso tu vais comprar espécies, já que as subespécies propriamente ditas estão muito misturadas na europa, portanto o melhor é comprares eximius que são das mais acessíveis sem te preocupares se são P. e. eximius ou P. e. cecilae por exemplo, agora não compres é uma P. eximius para cruzar com uma P elegans.

Um ponto importante é que os híbridos de psitacideos ao contrario do que acontece com os canários não tem valor acrescido, alias valem menos do que as espécies mães e nalguns casos tem valor comercial nulo

A Adelaide é uma forma natural da P. elegans, em tempos históricos ouve uma separação entre duas populações da P. elegans dando origem ao que hoje conhecemos como P. flaveolus e a P. elegans propriamente dita, em tempos mais recentes as duas populações voltaram a entrar em contacto e nessa zona de contacto encontra-se a p. Adelaide que é portanto uma forma intermédia
Pedro Ramalho

Avatar do Utilizador
BicoTorto
Mensagens: 20
Registado: sexta, 31/ago/2007, 16:10

Roselas

sexta, 07/set/2007, 16:04

Provavelmente vou comprar um casal de Adelaides para sermos três lá em casa...mais as que irão nascer... :lol: :lol:
Imagem

Cumprimentos
Adelaide Silva

pedro376h
Site Admin
Mensagens: 1750
Registado: sexta, 13/abr/2007, 11:09
Localização: águas boas - oliveira do bairro
Contacto: Sítio web

sexta, 07/set/2007, 16:13

:D
se fosse eu nem hesitava... :)
eh pedro, nao ha nenhum psitacideo chamado pedro? :D
um abraco,
pedro duarte
visite http://pedroduarte.blogspot.com

Avatar do Utilizador
BicoTorto
Mensagens: 20
Registado: sexta, 31/ago/2007, 16:10

sexta, 07/set/2007, 16:15

Pintassilgo Escreveu: Híbridas já é diferente pois requer cruzar nao rosela com rosela mas sim especies diferentes tipo rosela com caturra.
Que cruzamentos se conhecem nos psitacídeos?
Rosela com caturra não existe suponho... apesar de achar que daria um pássaro lindo! :lol: Uma caturrela!
Imagem

Cumprimentos
Adelaide Silva

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

sexta, 07/set/2007, 22:50

pedro376h Escreveu::D
se fosse eu nem hesitava... :)
eh pedro, nao ha nenhum psitacideo chamado pedro? :D
Psitacideos que me lembre não, mas existem exoticos chamados Peter em inles é Pedro, logo...
Pedro Ramalho

Voltar para “Fringilídeos e Fauna legalizada, inc. híbridos”