Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

sexta, 27/jul/2007, 13:01

Rui Escreveu:Tentei este ano com canaria amarela com os olhos vermelhos e o resultado são hibridos parecidos com o pintassilgo, ou seja escuros... Para hibridos claros faz ao contrario Canario x Pintassilga.
Eu concordo, teria muito mais logica usar canarios machos inos, e outras mutações claras e ligadas ao sexo com femea pintasilgo, ou então usar pintasilgos mutantes com femeas canararias da mutação corespondente
Pedro Ramalho

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

sexta, 27/jul/2007, 17:33

Olá a todos,

Pedro, quando diz
"teria muito mais logica usar canarios machos inos, e outras mutações claras e ligadas ao sexo com femea pintasilgo"

Creio que a mutação ino não é ligada ao sexo mas sim recessiva e autossómica. Mas posso estar errado.

Penso que a única mutação ligada ao sexo com olhos vermelhos será a mutação satiné.
Ligadas ao sexo (mas sem olhos vermelhos) temos: castanho, ágata, isabel, pastel e marfim (acho que não me esqueci de nenhuma!).


Quanto aos resultados obtidos pelo Rui, parecem confirmar que, mesmo nos canários lipocrómicos, as mutações que provocam o efeito visual "olhos vermelhos" se transmitem de forma recessiva e portanto o que se obtem são híbridos portadores que não podem, por isso mesmo, apresentar diferenças de plumagem.

Samuel, é claro que é um pouco mais complicado usar uma pintassilga para realizar o cruzamento mas não é uma tarefa insuperável.
Se tiver casais de pintassilgos que lhe criem em gaiola tem uma solução relativamente simples: basta aproveitar o "imprinting".
Se colocar ovos de pintassilga no ninho de uma canária, os canários vão transmitir vários dos seus comportamentos típicos aos pintassilgos. Estes, por sua vez, vão sentir-se sexualmente atraidos por canários e será muito mais fácil proceder aos cruzamentos (quer num sentido quer noutro).

Com os melhores cumprimentos,

Miguel Isidoro

pintas1977
Site Admin
Mensagens: 772
Registado: quarta, 11/jul/2007, 23:03
Localização: Malveira/Mafra

sexta, 27/jul/2007, 20:23

Olá a todos
Rui Escreveu:Tentei este ano com canaria amarela com os olhos vermelhos e o resultado são hibridos parecidos com o pintassilgo, ou seja escuros... Para hibridos claros faz ao contrario Canario x Pintassilga.
Rui eu tinha a noção de que para fazer hibridos claros teria que fazer o contrário, mas até hoje nunca consegui pois a dificuldade é 100X maior.
De qualquer maneira respondeste-me à questão que eu mais procurava,dado que era a ultima hipótese que me faltava experimentar no caso (Pintassilgo X Canária). Obrigado Rui.
Cumprimentos
Jaime Simões

pintas1977
Site Admin
Mensagens: 772
Registado: quarta, 11/jul/2007, 23:03
Localização: Malveira/Mafra

sexta, 27/jul/2007, 20:41

Continuando............................

Miguel Isidoro Escreveu:
é claro que é um pouco mais complicado usar uma pintassilga para realizar o cruzamento mas não é uma tarefa insuperável.
Se tiver casais de pintassilgos que lhe criem em gaiola tem uma solução relativamente simples: basta aproveitar o "imprinting".
Se colocar ovos de pintassilga no ninho de uma canária, os canários vão transmitir vários dos seus comportamentos típicos aos pintassilgos. Estes, por sua vez, vão sentir-se sexualmente atraidos por canários e será muito mais fácil proceder aos cruzamentos (quer num sentido quer noutro).

Com os melhores cumprimentos,

Miguel Isidoro
Miguel a tua opinião é óptima e 100% correcta, porém..... , existe um problema que é o seguinte :
Maior parte das Canárias com as quais tentei fazer o "imprinting" não conseguiram criar os Pintassilgos, talvez porque não os sentissem e não os alimentassem como deve ser, ou simplesmente por rejeitarem os genes diferentes.
No entanto já tenho meio "imprinting" feito dado que este ano criei uma ninhada debaixo de Hibridos. :lol: :lol: :lol:

Existe ainda um obstáculo que é o seguinte :
Eu não tenho dois locais diferentes para fazer a criação, pelo que não queria introduzir Machos Canários, pois as canárias ao ouvi-los poderiam já não aceitar os Pintassilgos, e as Pintassilgas ao ouvir os Pintassilgos poderiam já não aceitar os Canários.
Apesar de ter os pássaros em gaiolaseparadas e eles não se verem uns aos outros penso que o canto poderá afectá-los por isso não tenho nenhum Macho Canário.
Cumprimentos
Jaime Simões

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

sexta, 27/jul/2007, 22:47

Miguel Isidoro Escreveu:
Creio que a mutação ino não é ligada ao sexo mas sim recessiva e autossómica. Mas posso estar errado.
Isso é verdade, mas apenas porque nos canarios devido a terem duas melaninas diferentes o ino não é uma mutação mas sim uma combinação de duas mutações nomedamente Satine e Feo (podes obter o fenotipo ino com outras combinações), ora como o satine é ligado ao sexo, cruzando machos inos com femeas de pintasilgo teriamos hibridos satine femeas, claro que o resultado seria o mesmo cruzando satines
Pedro Ramalho

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

sexta, 27/jul/2007, 22:50

Olá a todos.

Jaime,
Acho estranho que as suas canárias não consigam criar pintassilgos. Creio que será um problema das canárias e não de incompatibilidade (já tive canárias que me criaram pintassilgos, e até chamarizes e cardinalitos)

Nunca tive problemas com as minhas canárias usadas como amas.

"Existe ainda um obstáculo que é o seguinte :
Eu não tenho dois locais diferentes para fazer a criação, pelo que não queria introduzir Machos Canários, pois as canárias ao ouvi-los poderiam já não aceitar os Pintassilgos, e as Pintassilgas ao ouvir os Pintassilgos poderiam já não aceitar os Canários.
Apesar de ter os pássaros em gaiolaseparadas e eles não se verem uns aos outros penso que o canto poderá afectá-los por isso não tenho nenhum Macho Canário."

Apesar de não ser um especialista em híbridos posso garantir-te que isso é um mito.

Quando tinha canários e cardinalitos, tinha-os todos no mesmo local e tirava híbridos sem problema nenhum.
Há inclusive, quem deixe as canárias tirarem a primeira ninhada com canários e só depois as cruzem com outras espécies.
Quando fazia hibridações nunca me preocupei muito em saber se a canária já tinha sido acasalada com um canário ou não.

Este ano fiz um cruzamento xanthogastra x cardinalita e tirei 5 híbridos.
A cardinalita, na primeira postura, tirou 4 crias com um cardinalito. Não tive qualquer tipo de problema quanto a isso. No mesmo local tenho fêmeas de xanthogastra e machos de cardinalito!

Com os melhores cumprimentos,

Miguel Isidoro

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

sexta, 27/jul/2007, 22:51

Miguel Isidoro Escreveu: Ligadas ao sexo (mas sem olhos vermelhos) temos: castanho, ágata, isabel, pastel e marfim (acho que não me esqueci de nenhuma!).
Miguel tu tens a certesa que o marfim é ligado ao sexo?
Pedro Ramalho

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

sexta, 27/jul/2007, 22:58

Pedro,
Sim, não tenho a menor dúvida.
É ligado ao sexo nos canários e nos lugres(pelo menos).

Com os melhores cumprimentos,

Miguel Isidoro

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

sexta, 27/jul/2007, 23:04

Pedro,

Quanto ao ino, em França, chama-se ino ao que cá chamamos feo ou pheo (pheo é um nome que lá caiu em desuso.) Em Espanha chamam-lhe rubino.
Para mim ino= pheo (sendo que "pheo" é o antigo nome de "ino")

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

sexta, 27/jul/2007, 23:14

Ok, nos cá ainda chamamos Feo ao Pheo
Só chamamos lutino se a ave for amarela com os olhos vermelhos, mas é até certo ponto correcto dizer que o Phe é um ino, mas tambem o é o satine, só que um elemina as phaeo e outro as eumo e um é ligado ao sexo e outro não...ainda bem que os psitacideos só tem um tipo de melaninas é muito menso confuso
:D
Pedro Ramalho

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

sexta, 27/jul/2007, 23:26

Pedro,
Pheo ou feo são a mesma coisa (uns escrevem de uma maneira e outros de outra!)... A novidade está em chamar "ino" (e não lutino) ao que até agora se chamava feo (ou pheo).
Lut + ino (lutino) é que será um amarelo de olhos vermelhos.

O satiné é diferente de um ino exactamente pela razão que apontaste.
Li num livro que um era o "negativo" (no contexto fotográfico) do outro :wink:

pintas1977
Site Admin
Mensagens: 772
Registado: quarta, 11/jul/2007, 23:03
Localização: Malveira/Mafra

sexta, 27/jul/2007, 23:33

Miguel Isidoro Escreveu:Olá a todos.

Jaime,
Acho estranho que as suas canárias não consigam criar pintassilgos. Creio que será um problema das canárias e não de incompatibilidade (já tive canárias que me criaram pintassilgos, e até chamarizes e cardinalitos)
Nunca tive problemas com as minhas canárias usadas como amas.
.

Quando tinha canários e cardinalitos, tinha-os todos no mesmo local e tirava híbridos sem problema nenhum.
Há inclusive, quem deixe as canárias tirarem a primeira ninhada com canários e só depois as cruzem com outras espécies.
Olá a todos

Miguel, obrigado pela sua resposta. Tem razão no que diz, "o problema deve ser das fêmeas ", vou tentar adquirir umas novas este ano.
Quanto ao mito agradeço que o tenha desmistificado, dado que eu estava convencido que as fêmeas tinham que ter contacto só com o Macho da espécie com que queriamos hibridar.
Sendo assim acho que vou tentar seguir por esse caminho.

Miguel, será que as Pintassilgas que eu tirei debaixo da Hibrida servirão para o Canário Macho :?: :?: :?:

E que tipo de Macho ( raça/cor ) me aconselha para esse cruzamento :?: :?:
Cumprimentos
Jaime Simões

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

sábado, 28/jul/2007, 10:35

Olá a todos,

Jaime, em qualquer cruzamento (diria até em qualquer acasalamento) é muito importante observar os pássaros e conhecer o seu caractér muito bem.
O que resulta com uma fêmea pode não resultar com outra e, o que não resulta com uma determinada fêmea e um determinado macho pode resultar se se trocarem os parceiros.
As suas fêmeas criadas por mestiços, sendo aves mansas, habituadas à gaiola não deverão ter grandes problemas em se acasalarem com canários. Seria talvez boa ideia que fossem colocadas numa gaiola ou viveiro com canários (por exemplo até ao Outono).

Quanto à côr do canário não lhe posso ser muito útil. Tudo depende dos seus gostos pessoais.
Com um canário castanho terá hibridas castanhas, com um ágata terá hibridas ágatas, com um isabel terá isabeis e assim sucessivamente...
Se fosse eu, excluiria o castanho, o ágata e o pastel, optaria antes por um isabel ou pelo que (na minha opinião) dá os híbridos mais vistosos: o satiné.
Em qualquer caso, seja qual for a sua escolha, penso que vermelho mosaico será o mais indicado (satiné vermelho mosaico ou isabel vermelho mosaico serão boas escolhas).
Uma alternativa interessante, mas duvido que consiga arranjar um macho destes em Portugal, seria com um canário satiné branco dominante.
Pode ainda fazer uma espécie de 2 em 1: se usar um macho isabel portador de satiné terá 50% das híbridas satiné e 50% das híbridas isabeis (teoricamente)
Uma ressalva deve ser feita: com mutações ligadas ao sexo e pintassilgas clássicas, apenas as híbridas fêmeas serão mutadas. Os híbridos machos serão clássicos!

Com os melhores cumprimentos,

Miguel Isidoro

Pintassilgo
Mensagens: 48
Registado: quarta, 25/out/2006, 13:55
Localização: Leça da Palmeira

sexta, 05/out/2007, 23:47

Olá a todos, só para dar mais alguma informação pois andava aqui a vaguear pois virei outra vez para os híbridos e este ano tirei pintassilgo vs femea lizard prateada e como tenho lido neste topico... lá continuam os híbridos escuritos. Ainda ao foi desta que saíram claros. Para o ano vou optar pelas femeas malhadas a ver o que dá , que de tudo que li éo mais certo á parte claro de usar macho de canário satiné ou satine vermelho mosaico pois nao kero usarmachos canário.
Depois digo qualquer coisa.
Abraço,
Pintassilgo.

ZéGuilherme
Mensagens: 25
Registado: quinta, 20/set/2007, 15:08
Localização: VNGaia

sábado, 06/out/2007, 19:02

Boa tarde a todos,

Agradeço a v/ melhor colaboração para o seguinte :

É meu propósito no próximo cíclo, cruzar um pintassilgo macho com uma canária fruto de um cruzamento ( amarelo x ágata mosaico).
(o futuro casal são de 2006)

1º como devo proceder para o resultado vir a ser positivo !?

2º Que nome se dá ao cruzamento acima referido (a noiva)!?

Melhores cumprimentos,
ZéGuilherme

Voltar para “Fringilídeos e Fauna legalizada, inc. híbridos”