Manuel M.
*****
Mensagens: 768
Registado: sábado, 20/jan/2007, 20:15
Localização: Bruxelas / Matosinhos

terça, 21/jul/2009, 11:46

Bom Dia.

Uma embalagem de Pinkies congelados.
Imagem

Os pucerons que apanho nas minhas Roseiras para os meus pássaros .
Imagem
Imagem

Cump.
Manuel M.
Imagem

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

terça, 21/jul/2009, 19:36

Olá a todos,

Manuel,

Os afídeos (piolhos das árvores) são muito bons mas, pelo menos cá, não existem à venda (que eu saiba!) logo, ficamos limitados ao que a Natureza dá!
Pela minha experiência, são dos poucos insectos que qualquer ave consome mesmo ser ter sido préviamente habituada a eles.

Pessoalmente usei vermes da farinha mas apenas alguns lugres os consomem e, pelo que alguns criadores belgas dizem, não é recomendável dá-los durante a criação (supostamente causam problemas de crescimento às crias e, isso não oferece dúvidas, excita muito os progenitores, levando a problemas como a ejecção das crias do ninho etc).

Quando falamos em "alimentação animal" por vezes temos tendência a esquecer que, uma simples papa de ovo é... alimento animal (as proteínas do ovo são, aliás, muito boas e, como é lógico, de orígem animal)

Com os melhores cumprimentos,

Miguel

Manuel M.
*****
Mensagens: 768
Registado: sábado, 20/jan/2007, 20:15
Localização: Bruxelas / Matosinhos

terça, 21/jul/2009, 21:13

Boas

Ola Miguel, pois como disse a traz, este Ano só dou os Pinkies e os Pucerons
alem da papa , como tu dizes o ovo nunca falta e é ver como as fêmeas o comem para alimentar os filhotes.

Cumprimentos.
Manuel M .
Imagem

blue__Dragon
Mensagens: 35
Registado: domingo, 12/out/2008, 17:27

quarta, 22/jul/2009, 00:17

Miguel Isidoro Escreveu:Olá a todos,

Manuel,

Os afídeos (piolhos das árvores) são muito bons mas, pelo menos cá, não existem à venda (que eu saiba!) logo, ficamos limitados ao que a Natureza dá!
Pela minha experiência, são dos poucos insectos que qualquer ave consome mesmo ser ter sido préviamente habituada a eles.

Pessoalmente usei vermes da farinha mas apenas alguns lugres os consomem e, pelo que alguns criadores belgas dizem, não é recomendável dá-los durante a criação (supostamente causam problemas de crescimento às crias e, isso não oferece dúvidas, excita muito os progenitores, levando a problemas como a ejecção das crias do ninho etc).

Quando falamos em "alimentação animal" por vezes temos tendência a esquecer que, uma simples papa de ovo é... alimento animal (as proteínas do ovo são, aliás, muito boas e, como é lógico, de orígem animal)

Com os melhores cumprimentos,

Miguel
Caro amigo não compare a quantidade de proteína de uma coisa para a outra. Eu sou adepto da proteína animal. Claro que sem os "bichos" também se consegue criar algumas espécies mas as aves não saem "iguais". Isto é apenas a minha opinião.

Uma "simples" papa de ovo não proporciona uma alimentação equilibrada para as jovens crias.


Excelente registo senhor Manuel Marinho!
Cumprimentos

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

quarta, 22/jul/2009, 19:20

Olá a todos,

Respeitando, como sempre, a opinião de todos, diria:
Caro amigo não compare a quantidade de proteína de uma coisa para a outra.
Estamos a falar de? Papa de ovo ou do ovo propriamente dito?

Depois, há a outra pergunta óbvia: qual o teor de proteínas de um insecto?

Qual a DDR de proteína recomendada para cada espécie?

Para além disso, falar em proteína bruta, pelo que me foi ensinado nos tempos aureos deste fórum, é muito vago... O importante´será saber quais os amioácidos envolvidos.
Eu sou adepto da proteína animal.
Pois, mas creio que isto não será uma questão "clubistica"!

Quando se fala da papa de ovo e da sua inadequação, seria bom saber qual a quantidade de insectos (e de que espécies) consumidas na Natureza por cada espécies criadas e, depois ver quais os aminoácidos envolvidos...

É que dizer que o ovo não chega, que as aves não são iguais e depois usar insectos que a espécie nunca consumiria na Natureza parece-me... Estranho.

E se lhe disser que conheço um pluri-campeão mundial em fauna europeia que não dá insectos?

Para concluir, cada um fará como entender mas, não se pense que "quanto mais alimento animal melhor". O excesso de proteínas é prejudicial para a saúde das aves (problemas hepáticos, sobre-excitação dos reprodutores etc) e não nos podemos esquecer que não há só proteínas animais, também há as vegetais, que damos sem lhes prestarmos grande importância. Será sempre preciso adaptar o tipo de alimento à espécie e não pensar que a bitola de "fauna europeia" implica que a alimentação que se deve dar a um chamariz e a um tentilhão, por exemplo, é idêntica.

Com os melhores cumprimentos,

Miguel

João Abreu
***
Mensagens: 128
Registado: sexta, 07/nov/2008, 20:43
Localização: Arjuncia

quarta, 22/jul/2009, 20:01

Boas

Ola Miguel, sera que poderias explicar o que é a DDR de protaina?

Cumprimentos

Jonas

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

quarta, 22/jul/2009, 20:17

Olá,

Jonas,

DDR, são as iniciais de Dose Diária Recomendada.

Infelizmente, segundo sei, a OMS (Organização Mundial de Saúde) apenas tem DDR de nutrientes para humanos. Será que outra organizção tem DDR para aves?

Sinceramente, não sei!

Miguel

João Abreu
***
Mensagens: 128
Registado: sexta, 07/nov/2008, 20:43
Localização: Arjuncia

quarta, 22/jul/2009, 20:23

Obrigado por teres respondido, fiquei esclarecido quanto a isso. :wink:

Em relaçao a tua pergunta tambem nao sei a resposta.

Cumprimentos

Jonas

blue__Dragon
Mensagens: 35
Registado: domingo, 12/out/2008, 17:27

quinta, 23/jul/2009, 02:06

Eu não falei no sentido clubistico como é lógico foi apenas uma maneira de dizer que gosto de dar proteína animal ás minhas aves porque vejo diferenças. É a sua opinião e eu respeito. Quanto ao argumento que usou não se pode ir por ai porque eu também conheço pessoas que nunca criaram nada e da primeira vez tiraram pintassilgos ou dom fafes... Isso é uma excepção á regra.

Sobre informações proteicas deixo aqui então um exemplo do tenebrio molitor:

% of total--------------

fluid--------------------64,8
Dry material----------35,2
_____Raw ashes----1,3
_____Protein---------17,6
_____Fat--------------12,6
_____Carbohydrates-3,7
_____Starch----------0

Cumprimentos e boas criações

Avatar do Utilizador
Brancolas
***
Mensagens: 120
Registado: sexta, 06/mar/2009, 23:38

quinta, 23/jul/2009, 22:16

Boas,

É verdade que muitos principiantes por vezes conseguem essas proesas, mas certamente não vão conseguir obter a qualidade necessaria para participar com exito em campeonatos, O Sr. Miguel Isidoro estava a falar num nivel completamente diferente.

Para mim a papa de ovo é o alimento base para a maioria das crias de aves de gaiola, no entanto não tenho tido resulatados satisfatorios com os tentilhões, nitidamente faltam outros tipos de alimento (provavelmente bichos), ainda não consegui uma alimentação equilibrada para esta especie, mas um dia hei-de lá chegar.

Um abraço.
Brancolas

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

sexta, 24/jul/2009, 19:01

Olá a todos,

Código: Selecionar todos

Eu não falei no sentido clubistico como é lógico foi apenas uma maneira de dizer
Pois, eu sei... O que eu queria dizer com o meu comentário era no sentido de: ou há provas de que é necessário certo tipo de alimento ou há provas em contrário. Não será bem uma questão de "gosto" do criador.
Os criadores com mais idade davam pão com leite aos pássaros (canários e outros), eu próprio dei a canários de Moçambique quando era mais inexperiente. Consegui resultados mas... hoje sei que os pássaros não conseguem digerir a lactose...
Quanto ao argumento que usou não se pode ir por ai porque eu também conheço pessoas que nunca criaram nada e da primeira vez tiraram pintassilgos ou dom fafes... Isso é uma excepção á regra.
Pois, mas ser pluri-campeão mundial deixa de ser excepção à regra e passa a ser regra.
Sobre informações proteicas deixo aqui então um exemplo do tenebrio molitor
e, o que interessa,
Protein---------17,6
Continuo com as mesmas dúvidas: que aves os consomem na Natureza? Se não os consomem, porquê preferir o tenébrio ao ovo? 17,6% de proteína é a percentagem de proteína bruta. E quantos aminoácidos estarão envolvidos?
Não tenho nada contra o alimento animal, só tenho dúvidas quanto à maneira adequada de a fornecer, quais os insectos que se devem usar (há criadores belgas que nunca usam tenébrio no período de criação mas apenas antes para "aquecer" os progenitores)...

Não é preciso usar o "Sr"....

Os tentilhões (que nunca criei!) são uma espécie à parte. Durante a criação a alimentação animal é indispensável na medida em que, contrariamente aos outros fringilideos, os tentilhões não regurgitam. Pelo contrário, à maneira das escrevedeiras, depositam insectos no bico das crias. Sendo incapazes de regurgitar, os insectos são indispensáveis para que consigam criar os filhos!

Com os melhores cumprimentos,

Miguel

João Abreu
***
Mensagens: 128
Registado: sexta, 07/nov/2008, 20:43
Localização: Arjuncia

sábado, 25/jul/2009, 08:51

Bom dia

Ola Miguel, sabes me dizer se as Escrevadeiras sao criadas com uma boa taxa de sucesso em cativeiro?

A ideia é arranjar madrastas á "altura" para criar os Tentilhoes.

Cumprimentos

Jonas

Vitó
Mensagens: 5
Registado: sexta, 24/abr/2009, 23:15

sábado, 25/jul/2009, 22:22

Boas...

Sr. Manuel Marinho em relação á questão financeira.
Já pensou em criar o alimento vivo para as suas aves..?
Eu pessoalmente faço a minha criação de Tenebrio Molitor (bicho da farinha). É extremamente facil...
... Qualidade em vez de Quantidade ...

Manuel M.
*****
Mensagens: 768
Registado: sábado, 20/jan/2007, 20:15
Localização: Bruxelas / Matosinhos

sábado, 25/jul/2009, 23:39

Boas.

Vito podes deixar de parte o Sr.

Quanto ao criar o alimento vivo, falta-me o quintal , eu vivo em apartamento , agradeço-te pela ideia.

Cump.
Manuel M .
Imagem

Vitó
Mensagens: 5
Registado: sexta, 24/abr/2009, 23:15

Re: Alimentação Animal para Fauna Europeia

segunda, 27/jul/2009, 13:38

Boas...


Ok, amigo

Também vivo num apartamento..! Não é necessário grandes condições para criar os Tenebrios...
Basta um recipiente de plástico, tipo 50cmx30cm,com um orifício na tampa para respirar. Isto dependendo do nº de aves que queira alimentar...
Eu coloco no recipiente,uma camada +/- 3 cm, de farelo para as galinhas, um pouco de farinha de trigo e pão duro.
Deixo eles evoluírem naturalmente num sitio fresco...Isto não liberta odores..!

Podes procurar mais informação na net, já vi em forums, posts muito bem explicitos...

Abraço e parabéns pelas excelentes criações
... Qualidade em vez de Quantidade ...

Voltar para “Fringilídeos e Fauna legalizada, inc. híbridos”