ExoticosPT
***
Mensagens: 95
Registado: quinta, 11/jun/2009, 21:33

Capturar ou não para iniciar a criação de Fauna Europeia?

terça, 21/jul/2009, 17:09

Boas tardes.

antes de mais quero esclarecer que não faço criação de qualquer tipo de fauna europeia.

Quando ouço algumas pessoas falar e a recriminar o facto de alguém ir aos ninhos buscar ovos ou mesmo aves recém nascidas, ocorre-me o seguinte?
:arrow: De que maneira podem as pessoas começar a criar fauna europeia sem ser fazendo agora captura furtiva?
Agora que vai ser legalizada a criação em cativeiro, como podem os iniciantes adquirir as aves sem ser atravéz da captura? É que a oferta que existe no momento, em criadores antes na clandestinidade, é muito inferior à procura que vai começar a existir. Se é que não existe já. E o preços devem começar a disparar. Facto esse que desencoraja as pessoas da compra da ave e as leva a ir por um caminho bem mais fácil, embora pouco ético.

Embora não também não ache correcto mas talvez a captura seja, agora no inicio, a forma mais eficaz de aumentar a criação de fauna europeia em portugal.

Desculpem puxar um tema numa área que não é a minha mas é uma curiosidade que me persegue. :wink:
Última edição por ExoticosPT em terça, 21/jul/2009, 23:54, editado 1 vez no total.

João Abreu
***
Mensagens: 128
Registado: sexta, 07/nov/2008, 20:43
Localização: Arjuncia

terça, 21/jul/2009, 19:08

Boa tarde

Ola amigo Exotico, nao penso dessa forma.

Eu mesmo ja capturei aves de Fauna, um verdadeiro aficcionado das capturas, nao para vender mas para mim proprio...

Ja capturei de "tudo" aves que a maioria do povo Portugues nem tem conhecimento da sua existencia em Portugal.

Sempre com o sonho de um dia ter condiçoes para as poder criar.
Mas isto ha uns anos atras era um assunto muito delicado, nao o deixa de ser, todos e mais alguns diziam que era impossivel.
Com as novas tecnologias acordei um pouco para a vida e vi que nao era bem assim.
Deixei as capturas e dediquei-me por completo as criaçoes.

Apliquei-me, procurei e encontrei...
Mesmo ilegalmente, encontrei aves a venda, anilhadas criadas em cativeiro, importadas da Belgica...

Com a legalizaçao, os nossos Amigos Espanhois, e mesmo nós Portugueses, vamos importar aves de Fauna Europeia em grandes quantidades.
O dinheiro fala mais alto, quem fechar os olhos nao vai ver nada...Porque a procura vai ser enorme...

Nao sei qual vai ser a vantagem em comprar e criar com aves capturadas, quando estas nao tèm anilhas nem Cites.
É continuar na mesma ou ainda pior...

Dai eu achar muito bem que se adopta-se um sistema tipo o da França rigidas leis e pesadas coimas...

Nao acho que sejam necessarias capturas.
Como nao acho que capturas, desde que bem fiscalizadas, façam algum mal...

Mas vamos esperar para ver. :wink:

Cumprimentos

Jonas

João Abreu
***
Mensagens: 128
Registado: sexta, 07/nov/2008, 20:43
Localização: Arjuncia

terça, 21/jul/2009, 19:18

E mais, certas aves ficam mais barato compra-las nascidas em cativeiro do que capturadas.

O problema sao os Pintasilgos...Todos querem Pintasilgos, e esses sim, sao muito mais caros nascidos em cativeiro, do que capturados...

Mas mesmo assim, nao vejo vantagem alguma em comprar aves capturadas.

Cumprimentos

Jonas

Miguel Isidoro
***
Mensagens: 247
Registado: quinta, 02/nov/2006, 16:21

terça, 21/jul/2009, 19:21

Olá a todos,

A pergunta é curiosa.
De que maneira podem as pessoas começar a criar fauna europeia sem ser fazendo agora captura furtiva?
Eu diria que o melhor será esperar pela regulamentação e depois comprar onde houver, na Europa são criadas aves da fauna europeia de forma consistente há muitos anos...

A questão é simples e é a que me opõe sempre às tentativas de associar a legalização da criação à legalização das capturas: a roda não tem de ser inventada cada vez que se constrói um carro.

As aves da fauna europeia já foram capturadas em número mais do que suficiente; agora são criadas em cativeiro, não há qualquer necessidade de capturar.

Aliás, perguntas como:
De que maneira podem as pessoas começar a criar fauna europeia sem ser fazendo agora captura furtiva?
e
Agora que vai ser legalizada a criação em cativeiro, como podem os iniciantes adquirir as aves sem ser atravéz da captura?
Levantam duas questões. Por um lado como bem diz, o que está em causa é a legalização da criação. Onde leu que ia ser permitida qualquer captura???? Por outro, seguindo uma lógica de que seria preciso capturar para começar a criar fauna europeia, como evitar que alguém que ache que um pintassilgo por € 50 é caro não opte por pilhar um ninho no quintal?

Capturar será SEMPRE mais barato, mais fácil, do que comprar criado em cativeiro ou criar por si próprio. Esse é o problema.

Face a perguntas como estas, que têm toda a legitimidade, é claro, o que mais gostava (embora dantes fosse totalmente contra) é que se adoptasse o modelo francês - detenção livre de mutações reconhecidas pela COM e um controlo apertadíssimo, com requisitos estritos para a criação de fauna europeia em fenótipo clássico!

É só a minha opinião é claro.

Com os melhores cumprimentos,

Miguel

ExoticosPT
***
Mensagens: 95
Registado: quinta, 11/jun/2009, 21:33

terça, 21/jul/2009, 20:30

Agradeço as respostas.

Eu quando falei na captura, era exclusivamente para consumo próprio e era captura de ovos ou então recém-nascidos. Nunca capturar para vender a seguir.

Pondo a questão nos pintassilgos: aspirante a criador pretende dar inicio à actividade com 2 ou 3 casais. Saindo-lhe a 50€ cada pintassilgo, se a pessoa tiver no quintal 2 ninhos com ovos, não tenho dúvida nenhuma de que tira os ovos e os meterá de baixo de uma canária no choco.

Compreendo que este comportamento seja a vários níveis reprovável mas entendo-o como um mal menor na captura de aves uma vez que não são aves que já tenham sido criadas pelos pais em liberdade e nem é com o intuito de vender e lucrar dinheiro fácil.

Sou absolutamente contra a captura tendo em vista contrapartidas financeiras. Mas acho minimamente aceitável por exemplo a captura de uns ovitos para o próprio inicio da criação deste tipo de aves. Contudo, embora parece um contra-senso, acho que a captura deve continuar a ser proibida.

Não sei se percebem o meu ponto de vista mas espero que não me interpretem mal :)

Jorge Figueiredo
Mensagens: 17
Registado: domingo, 06/abr/2008, 12:13
Localização: Carregal do Sal, Distrito: Viseu

terça, 21/jul/2009, 22:19

removido...
Última edição por Jorge Figueiredo em quarta, 22/jul/2009, 20:56, editado 1 vez no total.
Cumprimentos
Jorge Figueiredo

ExoticosPT
***
Mensagens: 95
Registado: quinta, 11/jun/2009, 21:33

terça, 21/jul/2009, 23:47

Jorge Figueiredo Escreveu:(...) Como é do conhecimento geral, várias pessoas capturam aves de fauna europeia para obter lucro fácil e a maioria nem são criadores e nem canários conseguem criar e infelizmente por vezes capturam 100 para deixarem morrer 70 e venderem 30, é triste mas é a realidade que temos... e para essas pessoas tudo é lucro...
E a meu ver se não existir capturas legais para nos tornarmos policias de nós próprios irá existir sempre capturas ilegais, porque quem não puder comprar criadas em cativeiro vai adquirir ao mercado negro e se puder legalmente capturar 4 ou 5 talvez já não se vire para o mercado negro e o senhor que deixa morrer as 70 aves vai deixar de capturar porque ninguém lhas compra (...)
Nessa perspectiva também acho a legalização da captura uma boa solução.

Mas conhecendo eu o povo deste país e a sua mentalidade, isso seria um descalabro nas populações dessas espécies. Nós não somos uma sociedade disciplinada. Basta vermos que o nosso povo lutou e muito bem durante anos pela liberdade que um dia felizmente alcançou. Uma vez alcançada começaram os atropelos e os abusos em nome desse direito.

Enquanto portugal não se tornar num país civilizado (no sentido que acima referi) de nada vale uma lei que permite a captura de aves.

João Samuel
*****
Mensagens: 860
Registado: quarta, 29/abr/2009, 01:03
Localização: Estarreja
Contacto: Sítio web

quarta, 22/jul/2009, 00:10

na minha perspectiva acho que a legalização em portugal iria ser má... pois assim os que capturam ilegalmente começariam a capturar ainda mais e acabava por ter mais saida nos mercados negros, pois já era legal ter uma ave dessas em casa e as pessoas já arriscavam...
e era impossivel, a meu ver, colocar essa lei so para criadores... pois eles podiam dizer que criavam fauna europeia, e terem por exemplo um casal, mesmo sem consições nenhumas só para dizer que criam... acho que também não deviam ir por ai...
quanto aos criadores capturarem apenas um limite de certa espécie, isso nunca seria so esse limite, e até podiam capturar alguma espécie ilegal, que esteja ameaçada de extinção...
em suma, não aprovo a lei de captura... aprovo sim a lei de criação e comercialização de aves da fauna europeia APENAS criadas em cativeiro, e consequentemente anilhadas e declaradas...
mas isto é apenas a minha maneira de ver, podem concordar ou não...
cumprs
Samuel
http://avesdosamuel.blogspot.com --> Visitem (novas fotos e informações)

Jorge Figueiredo
Mensagens: 17
Registado: domingo, 06/abr/2008, 12:13
Localização: Carregal do Sal, Distrito: Viseu

quarta, 22/jul/2009, 03:39

removido...
Última edição por Jorge Figueiredo em quarta, 22/jul/2009, 20:58, editado 1 vez no total.
Cumprimentos
Jorge Figueiredo

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

quarta, 22/jul/2009, 09:16

Boas

Este assunto é um dos mais complexos dos vários problemas que a legalização trará consigo, tenho a dizer varias coisas:

1º Não é possível que a apanha de indivíduos funcione mediante licenças a indivíduos, sejam eles criadores ou não, terá que envolver sempre entidades como o ICNB e serem pontuais.

2º As capturas não podem ser feitas a ovos e juvenis no ninho devido as dificuldades inerentes ao processo e á imagem que isso iria transmitir.

3º A necessidade de capturas é altamente discutível já que o interese do criador irá passar mais pelas mutações e não necessariamente pelas aves de fenotipo selvagem, é isso que se passa com todas as espécies domesticadas e irá também, acontecer com a fauna europeia.

4º O focus que parece existir no Pintassilgo é só devido ao facto de ser dos mais fáceis de "arranjar" e manter, assim que for possível a tendência será que aja um alargar do interesse para outras espécies

5º A questão de onde se arranja as aves é simples, o que não falta é aves criadas por essa Europa fora, diga-se que lá fora como até certo ponto cá dentro o interese está claramente na criação de mutações e não tanto nas aves pelo canto.

6º Ao preço que se fala que se vendem alguma da fauna europeia é razoável que se instalem baterias de criação, apoiadas ou não por canários e que aja um baixar do preço.
Pedro Ramalho

João Abreu
***
Mensagens: 128
Registado: sexta, 07/nov/2008, 20:43
Localização: Arjuncia

quarta, 22/jul/2009, 10:35

Bom dia

Nao sou de acordo em baixar os preços das aves, e explico

1 Bico Grosso capturado custa de 50 a 100 euros
1 Bico Grosso nascido em cativeiro e anilhado custa 70 euros

1 Tentilhao capturado custa de 20 euros para cima.
Comprei um casal importado e anilhados por 50 euros

1 Tentilhao Montes capturado custa 50 euros
Comprei um casal importados e anilhados por 100 euros

Isto é so um pequeno exemplo, como é obvio nem todas as aves tèm estes preços.

Os meus Verdelhoes mutados, custaram 70 euros cada um, quando na Belgica custavam 40 euros cada, esta justo nao era com 30 euros que eu ia a Belgica.

Uma pessoa que va apanhar passaros ao alentejo e o que gasta em gaiolas de armar, em luvas para fazer visgo, no tempo para preparar tudo, desde o visgo ao preparar os xamas, a gasolina, portagens, comida, e o tempo perdido, ja para nao falar no risco.

Nao compensa capturar.
Isto para aqueles que capturam, mas que ao mesmo tempo tèm respeito pelas aves capturadas.
Como é obvio para as pessoas sem escrupulos, iria ser uma maravilha.

Mas vamos la seguir, eu nao tenho dinheiro para comprar um carro.
Ando a pé e ponto final.
Eu nao tenho dinheiro para comprar um Papagaio, nao o vou roubar.
Limito-me aos verdelhoes.

Volto a dizer, quem nao tem dinheiro para comprar um casal de Pintasilgos a 100 euros, nao tem dinheiro para tratar deles.
Comprar uma gaiola ja tem os seus "ques" falta depois o resto.......
Que se gasta muito dinheiro, comidas, acessorios, medicamentos, tempo........

Como posso baixar eu os preços se gasto montes de dinheiro, tempo e trabalho, empenho, para ver frutos?
Vou estar a correr apenas por gosto?
Por acaso de momento so corro por gosto, mas nao ira ser assim para sempre.
Nao vou andar a acordar todos os dias 1 hora e meia mais cedo, para depois andar a "oferecer" as minhas aves.

Na Belgica ligam mais a criaçao do que ao canto, mas isso é por ja criarem ha muitos anos.

Capturar e ter aves para canto é um "vicio" ainda Portugues

Fazer criaçao é outro totalmente diferente, que precisa de muito mais empenho e dedicaçao.

Ja pratiquei capturas e toda a vida tive as aves para o canto, mas ao criar e mesmo sendo so Verdelhoes, apercebi-me que nao tem nada haver uma coisa com a outra.

Armar aos passaros esta enrraizado na Cultura Portuguesa, so temos de sensibizar o povo Portugues de que esta errado.
Criticar nao ajuda em nada HA QUE SOLTAR MAGIA... :wink:

Sou contra o pilhamento de ninhos, pois muitas vezes os pais morrem devido a isso.
Sou contra as capturas, por ter vivido uma vida inteira no meio das mesmas e por saber bem a realidade.
Sou contra as capturas, porque se estas fossem (que nao vao ser) legalizadas o pessoal iria se interessar ainda mais pelas capturas e ia desistir da criaçao.
Capturar é um vicio, criar é outro, TOTALMENTE DIFERENTES, quem esta de fora nao consegue ter a percepçao do problema.

Como referi, HA QUE SOLTAR MAGIA...

Ja o fiz e voltarei a fazer, so ao mostrar os nossos frutos a outros (espalhar magia) so assim é que chegaremos a algum lado.

É simplesmente a minha opiniao. :wink:

Cumprimentos

Jonas

Avatar do Utilizador
Luis Grencho
*****
Mensagens: 1076
Registado: domingo, 24/fev/2008, 01:33
Localização: Benavente
Contacto: Sítio web

quarta, 22/jul/2009, 10:56

Boas.
Concordo 100% com as palavras do Jonas, eu moro no Ribatejo e também capturei aves para têr nunca para vendêr, pois era tipico da minha zona armar ao visgo.
Era uma criança, hoje tenho uma ideia completamente diferente sobre a captura de aves, pois olho-as com outro respeito e admiração e hoje eu condeno-me pelas que capturei e olho para as minhas aves e vejo quando elas perdem as crias a tristeza com que elas ficam e o desespero por vezes, e pode-se efectivamente criar e têr em portugal aves destas sem têr de recorrer a natureza, quanto aos preços não são assim tão altos como se possa pensar, é claro que certas aves (mutações) são mais caras, mas os Roseicollis que eu tenho por exemplo também se vendem milhares a 20/30 € mas também se vendem a 150/300 e mais, temos de começar por baixo (como disse o Jonas por exemplo verdelhões) e ir subindo aos poucos pois para mim o "sal" da criação é isso mesmo, fazer cresçêr algo e evoluir, deve dar menos gozo, pegar em milhares de euros (quem possa) comprar aves das melhores e de todas as mutações e polas a criar do que começar por baixo e ir evoluindo e ver o nosso caminho ser traçado aos poucos e de forma consistente sem prejuizo muitas das aves entregues a quem não as mereçe.
Cumprimentos.

Luis Grencho

Criação Agapornis Roseicollis
STAM BZ081

http://rosibird.webnode.com.pt/

João Abreu
***
Mensagens: 128
Registado: sexta, 07/nov/2008, 20:43
Localização: Arjuncia

quarta, 22/jul/2009, 11:10

Boas

Obrigado amigo Luis. :wink:

É este o caminho que deveriamos seguir...

Cumprimentos

Jonas

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

quarta, 22/jul/2009, 11:13

RaTuiNo Escreveu:Bom dia

Nao sou de acordo em baixar os preços das aves, e explico

1 Bico Grosso capturado custa de 50 a 100 euros
1 Bico Grosso nascido em cativeiro e anilhado custa 70 euros

1 Tentilhao capturado custa de 20 euros para cima.
Comprei um casal importado e anilhados por 50 euros

1 Tentilhao Montes capturado custa 50 euros
Comprei um casal importados e anilhados por 100 euros

Isto é so um pequeno exemplo, como é obvio nem todas as aves tèm estes preços.
Boas

Eu não percebi completamente se tu estas contra o abaixamento dos preços ou se não achas que os preços vão baixar devido á criação em cativeiro?

Eu não percebo nada de fauna europeia mas percebo do mercado de mutações noutras especies, a logica é sempre a mesma, as aves de cor normal serão as mais baratas as mais caras serão as das mutações mais desejadas, á medida que a mutação se tornar mais comun irá baixar.

Se um Bico Grossudo capturado pode chegar aos 100€ e um criado aos 70€ estes são preços base, assumo que o de importação foi comprado na Belgica a 30 €, ora a preços baixos é pouco motivante criar fauna europeia já que os custos são maiores que os canarios, mas a criação funciona geralmente em escada.

Eu posso não ter dinheiro para comprar um casal de papagaios, mas começando com agapornis, ao fim de algum tempo tenho dinheiro para meter roselas e depois com as duas espécies a produzir terei o suficiente para um casal de papagaio

As mutações funcionam da mesma maneira, quem não tem € como eu começa por baixo e avança a pouco e pouco, a medida que algumas combinações perdem valor avança-se para outras, se o mercado estiver muito saturado avança-se para espécies mais difíceis e mais resistentes á descida de preço.
Pedro Ramalho

Pedro121
*****
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/out/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

quarta, 22/jul/2009, 11:16

Luis Grencho Escreveu:quanto aos preços não são assim tão altos como se possa pensar, é claro que certas aves (mutações) são mais caras, mas os Roseicollis que eu tenho por exemplo também se vendem milhares a 20/30 € mas também se vendem a 150/300 e mais, temos de começar por baixo (como disse o Jonas por exemplo verdelhões) e ir subindo aos poucos pois para mim o "sal" da criação é isso mesmo, fazer cresçêr algo e evoluir, deve dar menos gozo, pegar em milhares de euros (quem possa) comprar aves das melhores e de todas as mutações e polas a criar do que começar por baixo e ir evoluindo e ver o nosso caminho ser traçado aos poucos e de forma consistente sem prejuizo muitas das aves entregues a quem não as mereçe.
Exacto, inteiramente de acordo, alem de que é normal que entra á Leão... acabar mal por não ter experiência para lidar com mutações que são frequentemente mais sensíveis que os normais.
Pedro Ramalho

Voltar para “Fringilídeos e Fauna legalizada, inc. híbridos”