Avatar do Utilizador
sportcv
Mensagens: 47
Registado: sexta, 12/jan/2007, 12:50

Casal de pintassilgos - ajuda

sábado, 17/set/2011, 23:02

Olá a todos,

possuo um casal de pintassilgos que estão numa gaiola de 1,0x0,50x0,50m. A minha questão tem a ver com o manter nesta altura o casal em conjunto ou mante-los em separado. A gaiola pode ser dividida com um divisoria de rede ou de chapa ficando assim 2 gaiolas de 0,50x0,50x0,50m.

agradeço a vossa ajuda / comentários !!

Obrigado

Manuel M.
*****
Mensagens: 768
Registado: sábado, 20/jan/2007, 20:15
Localização: Bruxelas / Matosinhos

Re: Casal de pintassilgos - ajuda

domingo, 18/set/2011, 19:17

Boas.

Eu quando os meus pintassilgos terminão a mudada pena, meto os pintassilgos cada um no seu viveiro onde depois vam criar , a femes ficam todas juntas , em Janeiro faço os acasalamentos , se entam ja mudados separe o macho da fêmea , eu fazia desta maneira.
Imagem
Cump.
Manuel Marinho.
http://ocantinhodosmeuspassaros.skyrock.com/ CLIQUEM

Armando Moreira
Site Admin
Mensagens: 1263
Registado: sábado, 14/out/2006, 22:38
Localização: Maia - PORTUGAL
Contacto: Sítio web

Re: Casal de pintassilgos - ajuda

domingo, 18/set/2011, 22:33

:-) Ola a Todos!

Método natural

Os machos quando separados das fêmeas no periodo de repouso (cada um em sua gaiola) vão cantar mais e ganhar cio. O que na natureza corresponde a tomar posse do território. O canto serve para atrair e excitar as fêmeas.
Por outro lado o factos de juntar todas as fêmas numa mesma gaiola faz com que seja mais facil o seu maneio. No inverno os pintassilgos andam em bando, logo esta situação é normal para as fêmeas.

Variantes do método natural

1-Colocar primeiro o macho na gaiola de criação e depois juntar a fêmea.

2-Colocar primeiro a fêmea na gaiola e depois juntar o macho.


Método artificial

Manter o casal junto durante todo o ano.
Vantagens: não ha incompatibilidades o casal ja esta habituado a estar junto.
Inconveniente: o macho não canta tanto, pois ja atraiu a fêmea. O canto do macho ajuda a ovulação das fêmeas. O casal pode ficar pronto a criar mais tarde.

Se calhar existem mais métodos :mrgreen:

Cordiais cumprimentos a todos :-D

Flávio Santos
***
Mensagens: 168
Registado: terça, 08/mar/2011, 19:17

Re: Casal de pintassilgos - ajuda

domingo, 18/set/2011, 22:43

A minha questão tem a ver com canários mas penso que o processo seja idêntico ou até mesmo o "tipo" de pássaro.
Eu tinha uma fêmea no seu viveiro e à uns dias adquiri uma fêmea arlequim que é bem maior do que a que já cá estava.
Notei que a fêmea arlequim andava sempre atrás da outra para bicá-la, parecia uma espécie de ganhar território. Decidi então meter a grade para as separar dentro do viveiro. Fiz bem ?

Cumprimentos,
Flávio Santos

Flávio Santos
***
Mensagens: 168
Registado: terça, 08/mar/2011, 19:17

Re: Casal de pintassilgos - ajuda

domingo, 18/set/2011, 22:45

A minha questão tem a ver com canários mas penso que o processo seja idêntico ou até mesmo o "tipo" de pássaro.
Eu tinha uma fêmea no seu viveiro e à uns dias adquiri uma fêmea arlequim que é bem maior do que a que já cá estava.
Notei que a fêmea arlequim andava sempre atrás da outra para bicá-la, parecia uma espécie de ganhar território. Decidi então meter a grade para as separar dentro do viveiro. Fiz bem ?

Cumprimentos,
Flávio Santos

Edu.Matos
Mensagens: 43
Registado: terça, 23/ago/2011, 14:45

Re: Casal de pintassilgos - ajuda

domingo, 18/set/2011, 22:49

Eu concordo, com o Manuel os machos convivem melhor entre eles, deve separar o macho da fêmea é melhor em todos os aspectos a muda da pena desenrola-se sem conflitos. O espaço nestes casos é de grande importância, se for grande até nem à problema mas, se o espaço for pequeno separe. Viveiro de espaço relativo onde estejam fêmeas e machos o comportamento dos machos é violento, um dos exemplos que lhe posso dar é o território o macho na hora de comer não tolera as fêmeas mas nem sempre é assim, separe... :mrgreen:
Espero ter ajudado. :D
Última edição por Edu.Matos em domingo, 18/set/2011, 22:57, editado 1 vez no total.

Voltar para “Fringilídeos e Fauna legalizada, inc. híbridos”