Legislação DRA Açores (Melopsittacus undulatus)

Assuntos relacionados com Clubes e Associações Ornitológicas, Respectivos Eventos Ornitológicos, Pontuações das Aves em Concursos / Exposições, Notícias gerais e dúvidas ou informações sobre Legislação, CITES e tudo relacionado com o desporto Ornitológico.

Moderador: pedro376h

Legislação DRA Açores (Melopsittacus undulatus)

Mensagempor ACORXX » segunda, 25/set/2017, 17:04

Boas...
Cá pelos Açores, para podermos ter Periquitos (Melopsittacus undulatus) em casa, temos de ser Criadores Registados, ou seja, temos de estar inscritos na Direção Regional do Ambiente indicando que temos um viveiro e somos colecionadores, anexar todas as anilhas dos pais e filhos e ainda fotos do local onde efetuamos a criação dos mesmos.

Sem esta licença não nos é possível efetuar a entrada nos Açores transportando estas aves.
Dizem ser de um enorme perigo para o ambiente sendo aves invasoras.


Parte C - Dados sobre a licença
Por favor indique a finalidade para a qual requer a licença:
Viveiro

Por favor indique se se enquadra na categoria "Colecionador"
Sim


“Colecionador” - Todos os detentores de espécies exóticas de aves de coleção com risco ambiental e não incluídas no Anexo IX do Decreto Legislativo Regional n.º 15/2012/A, de 2 de abril, cuja finalidade principal seja a exposição ou participação em concursos, sendo permitido, na Região Autónoma dos Açores, a criação e a detenção em local confinado, a cedência e a venda, exclusivamente entre colecionadores registados, bem como a exportação, importação, a compra e o transporte.
Em caso afirmativo, e após análise do presente pedido se se verificar que alguma(s) da(s) espécie(s) elencada(s) é (são) considerada(s) com risco ambiental, será V/ Exa. oportunamente contatada pela Direção Regional do Ambiente.



Qual a vossa opinião?
ACORXX
***
 
Mensagens: 138
Registado: quarta, 02/dez/2015, 13:30

Re: Legislação DRA Açores (Melopsittacus undulatus)

Mensagempor cable-man » terça, 26/set/2017, 01:06

Tenho opinioes mistas em relaçao a estes assuntos.

Ou seja:
SE o ICNF ou a entidade responsavel funcionasse bem acho que so deveriam existir criadores registados para todo e qualquer animal.
Uma vez que nao ha organismos publicos a funcionar bem, acho absurdo haver necessidade de registo de criadores de animais nao sujeitos a CITES ou potencialmente invasoras.

Agora...
A denominaçao de especie invasora...
Para mim um animal potencialmente invasor é aquele com capacidade de no meio encontrar alimento e se reproduzir.
Por exemplo no caso dos peixes, a Oreochromis niloticos é absolutamente proibida em Portugal, no entanto e o peixe de aquacultura de agua doce mais produzido no mundo todo. No entanto é um peixe que abaixo dos 18ºC nao come, abaixo dos 16ºC morre. Nos cursos de agua em Portugal continental nao consegue sobreviver e muito menos reproduzir-se...
Viveiro e resumo geral de tudo: http://forum.avespt.com/viewtopic.php?f=33&t=7475&p=54187#p54187
Updates na Pagina3
Avatar do Utilizador
cable-man
****
 
Mensagens: 343
Registado: terça, 11/dez/2007, 02:43
Localização: Tomar - Portugal

Re: Legislação DRA Açores (Melopsittacus undulatus)

Mensagempor AvilandiaPT » terça, 26/set/2017, 18:17

Olá,

Cada vez mais acho que os "criadores" deviam ser todos registados.
Além disso acho que algumas espécies deviam ser acessíveis apenas a criadores registados e, mesmo dentro destas, divididas em grupos de diferentes exigências.

Numa situação particular como as ilhas acho que faz sentido haver um cuidado adicional com potenciais invasoras.

Cumps.
Avatar do Utilizador
AvilandiaPT
*****
 
Mensagens: 977
Registado: domingo, 15/Oct/2006, 08:26
Localização: Benavente - PORTUGAL

Re: Legislação DRA Açores (Melopsittacus undulatus)

Mensagempor ACORXX » segunda, 02/Oct/2017, 09:12

no ponto em que todos os criadores de aves deveriam ser registados, concordo plenamente mas com uma condiçao, nesta situaçao deveria haver uma fiscalizaçao no que toca as condiçoes em que as aves sao mantidas, claro que quem, assim como eu, efetua a criaçao de aves faz essencialmente pelo gosto que tem e gosta de mostrar as aves , logo apartir deste ponte tem todas as condiçoes quer em termos de espaço, limpeza .
agora existem muitos outros em que a sua principal funçao é a criaçao para venda e nao olham a meios.

quanto a esta legislaçao aqui nos açores acho um absurdo , pois ja se cria periquitos á mais de 50 anos nesta terra, antigamente quando nao vendiam ou tinham excedentes de aves as mesmas eram soltas, no entanto nao vejo nem nunca vi um bando de periquitos a voar nem a nidificar ca pela silhas ( já o ring neck esse sim, adapta-se muito bem e consegue reproduzir-se.) exemplo para o australiano, mas, no caso do periquito ingles as chances de sobrevivencia ao ar livre sao consideravelmente reduzidas para nao falar em nulas,.
ACORXX
***
 
Mensagens: 138
Registado: quarta, 02/dez/2015, 13:30

Re: Legislação DRA Açores (Melopsittacus undulatus)

Mensagempor cable-man » segunda, 02/Oct/2017, 14:53

Pois, ai entramos na definiçao de animal potencialmente invasor, que em portugal é uma anedota.
As tilapias que mencionei acima sao um bom exemplo.
Viveiro e resumo geral de tudo: http://forum.avespt.com/viewtopic.php?f=33&t=7475&p=54187#p54187
Updates na Pagina3
Avatar do Utilizador
cable-man
****
 
Mensagens: 343
Registado: terça, 11/dez/2007, 02:43
Localização: Tomar - Portugal


Voltar para Clubes e Exposições / Notícias / Legislação e CITES / Ornitologia

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante