"Bicos Moles" em Extinção nos Viveiros

Aves cuja alimentação base são os insectos (ex: Rouxinol)

"Bicos Moles" em Extinção nos Viveiros

Mensagempor Jorge Gordalina » sexta, 12/set/2008, 22:06

Boa noite a todos.

Nutro uma especial admiração por aves insectívoras, omnívoras, frugívoras e nectatívaras, aquelas a que os países de expressão inglesa chamam de softbills, não porque os seus bicos são moles, mas pelo seu tipo de alimentação.

Se o nome bicos moles não é o mais adequado, pelo menos a inclusão de todas as várias espécies no mesmo leque é no meu entender muito acertada, caso contrário, corriamos o risco de não haver qualquer participação em nenhum fórum sobre insectívoros, nem ninguém falar ou conhecer muitas das belas espécies existentes.

Eu frequento um fórum francês sobre insectívoros (infelismente pouco, porque percebo o francês, mas escrevê-lo...), a maioria dos seus participantes são amantes de rouxinois do japão (tal como eu), mas há quem tenha outras aves, ou insectívoras ou frugívoras ou qualquer outra no enquadramento dos softbills. Em Portugal, além do rouxinol do japão, poucos outros softbills há. Piora a estatística quando falamos de pessoas que têm casais e que pretendem fazer criação.

Se depender dos portugueses, essas aves vão desaparecer das nossas colecções, porque ninguém está para arriscar a ter aves empatadas, que provavelmente não vão criar, logo não vão originar lucro.

É isto a que ornitologia se resume? lucro? Penso que muitos criadores se estão a esquecer de outras coisas, como o desafio na criação, a beleza, os comportamentos, o canto, o vôo.

Gosto de sugerir o site holandês www.vogelspeciaalclub.nl para demonstrar às pessoas os anos luz que estamos atrasados (não obstante as medalhas conquistadas nos Mundiais) e o que estamos a perder em não nos dedicarmos mais aos bicos moles.

Apelo a todos os criadores, que arranjem um cantinho nos seus aviários ou viveiros e especialmente no coração, para ter um casal destas aves, quem sabe um dia não lhe irão dar uma grande alegria.

1 abraço a todos
(inclusivé aos que estão nisto só por dinheiro, pois eu também comecei assim).
Jorge Gordalina
 
Mensagens: 15
Registado: segunda, 01/set/2008, 00:05
Localização: Marinha Grande - Leiria

Re: "Bicos Moles" em Extinção nos Viveiros

Mensagempor Pedro121 » quinta, 16/Oct/2008, 12:12

Jorge Gordalina Escreveu:

Se depender dos portugueses, essas aves vão desaparecer das nossas colecções, porque ninguém está para arriscar a ter aves empatadas, que provavelmente não vão criar, logo não vão originar lucro.


Felizmente que não depende dos Portugueses e o numero de espécies neste momento ira estabilizar, ou seja sofreu a grande redução com o fim das importações mas agora ira estabilizar.
Pedro Ramalho
Pedro121
*****
 
Mensagens: 2752
Registado: terça, 17/Oct/2006, 09:46
Localização: Caldas da Rainha

Mensagempor Luis Grencho » sexta, 17/Oct/2008, 11:12

Boas.
Olá amigo Pedro, bem vindo tenho o visto pouco por cá?
é um pouco verdade que no nosso pais nas exposições só se veêm praticamente Canarios e alguns exóticos, o que é pena parece-me que a min que o pessoal cria o que é mais facil arranjar e criar com outros colegas criadores mais proximos.
Eu no meu caso tenho tentado encontrar Roseicollis de Exposição e é quase um achado conseguir ver algum e mais ainda com qualidade o que por vezes faz com que os criadores dexistam dessa espécie e vão para outra mais facil de arranjar.
Á alguns anos atrás vi pela 1ª vez ao vivo em Santarem na expo , 1 criador estrangeiro que tinha Colibris, simplesmente fantastico, fiquei maravilhado e o seu stand era o mais procurado pelos visitantes, mas como sabemos certas aves requerem local e condições especiais para criarem e em Portugal não se aposta em aves dificies parece-me a min porque depois o excedente das criações não tem saida e para dar as aves a malta cria as que depois se vendem (por vezes quase se dão).
Cumprimentos.

Luis Grencho

Criação Agapornis Roseicollis
STAM BZ081

http://rosibird.webnode.com.pt/
Avatar do Utilizador
Luis Grencho
*****
 
Idade: 48
Mensagens: 1076
Registado: domingo, 24/fev/2008, 02:33
Localização: Benavente

Mensagempor Jorge Gordalina » sexta, 17/Oct/2008, 20:10

Boa noite,

Pois é Pedro, para estabilizar, teriamos que ser auto-suficientes na criação e não estarmos à espera que os holandeses e belgas colocassem cá as aves, que ainda por cima, se pensarmos bem, deviamos duvidar da sua origem "caseira".
Caso voltassem a abrir as exportações dos países de origem, teríamos aves selvagens nos nossos viveiros e essas aves faltariam depois na natureza. Não seria uma solução de estabilização, mas sim um regresso ao passado.
Como disse o Luis, estas aves que para nós são raras, seriam bem vindas às nossas exposições e mostras. Mas para isso temos que as criar. Os portugueses não as criam porque estas aves têm uma alimentação mais cara, são dificeis de criar e é um empate de dinheiro.
1 abraço e mantenho o apelo inicial.
Jorge Gordalina
 
Mensagens: 15
Registado: segunda, 01/set/2008, 00:05
Localização: Marinha Grande - Leiria

Mensagempor rjjm » sexta, 17/Oct/2008, 20:31

boas para todos

não discordando mas também não concordando com o que aqui foi dito mas não querendo entrar em discussões deixo so uma pergunta
e permitido criar essas aves em portugal? pois muitas das vezes o problema da questão e esse mesmo
fiquem bem
rjjm
Site Admin
 
Mensagens: 234
Registado: sexta, 17/nov/2006, 20:50
Localização: Maia

Mensagempor Jorge Gordalina » sexta, 17/Oct/2008, 21:17

Boa noite,

Não sendo criador da fauna europeia, compreendo o que quer dizer e partilho do seu pensamento, daí ser um dos subscritores do famoso abaixo-assinado.
No caso específico dos rouxinois do japão, a unica espécie que tenho, são permitidos porque são anexos II do CITES e anexos B da Conv.Europeia, desde que se façam acompanhar da respectiva documentação.
O problema é que os numeros CITES que vêm mencionados nas facturas, por vezes já são do ano dos bisavós das aves que estamos a adquirir e uma factura com 50 aves, já serviu para "encapotar 5000 aves".
Problema de bases como mencionou? Sem dúvida que sim.
1 abraço.
Jorge Gordalina
 
Mensagens: 15
Registado: segunda, 01/set/2008, 00:05
Localização: Marinha Grande - Leiria

Re: "Bicos Moles" em Extinção nos Viveiros

Mensagempor Razr Maxx » domingo, 06/mar/2011, 23:58

Boas para todos...

Sou eu tambem um grande admirador de insectivoros e com muita pena minha que nao vejo praticamente nenhuns exemplares nem em feiras e muito menos em exposiçoes.
Os meus preferidos sao os Garrulax e os Bulbuls.
Nunca tive exemplares que a finalidade fosse a criaçao apenas o canto e a coloraçao bastam para eu ficar rendido a estas aves.
Neste momento gostava de ter um Garrulax Chinensis, nao faço a minima ideia onde o arranjar mas vou continuar a procurar.
Gostava que a variedade de aves fosse muito maior tanto nas feiras e principalmente nas exposiçoes até porque acho que a variedade torna uma exposiçao mais rica e mais divulgada.
Avatar do Utilizador
Razr Maxx
 
Mensagens: 3
Registado: domingo, 06/mar/2011, 20:14

Re: "Bicos Moles" em Extinção nos Viveiros

Mensagempor Jorge Gordalina » segunda, 07/mar/2011, 21:59

Boa noite,

Eu compreendo a sua desilusão em não encontrar os Garrulax entre outros nas nossas feiras, exposições, etc., etc., mas mais uma vez, se tiver só um macho ou só uma fêmea, não estará com certeza a contribuir para a melhoria da situação, nem sequer a tentar.

Os Garrulax chinensis vi-os no Mundial, era um importador do norte estava a vender, mas já lá vai um ano e 2 meses.

Em Junho do ano passado, sabia de um importador do centro que tinha 2 fêmeas.

Quanto aos bulbul, mais acessiveis em preço e quantidade, esse importador do centro tinha alguns Kala (Pycnonotus cafer) e alguns de Orelha Branca (Pycnonotus leucotis).

1 abraço
Jorge Gordalina
 
Mensagens: 15
Registado: segunda, 01/set/2008, 00:05
Localização: Marinha Grande - Leiria


Voltar para Insectívoros

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante