Avatar do Utilizador
PatriciaMar
***
Mensagens: 50
Registado: sábado, 05/mai/2007, 14:56

1º Dia da minha Caturra

domingo, 27/mai/2007, 22:43

Olá amigos,

Hoje fui buscar uma Caturra Lutina ao Arara Park, um local que não dispenso para adquirir as minhas aves. Esta é a minha primeira menina ou menino criado á mão. Chegou até mim com cerca de 1 mês, a comer três refeições diárias.

Já li toda a informação que podia, mas mesmo assim estou completamente assustada com este novo desafio de criar à mão. Chegou a hora da primeira refeição e ele (a) mal comeu, nem me deixava colocar a seringa dentro do bico. Só consegui que comesse muito devagarinho colocando comida por fora do bico.

Todos os procedimentos estavam correctos. A papa habitual, morna, bem desfeita... mas nada!!! E o problema é que sei lá eu ver se o papo está ou não cheio. Ela já tem penas no papo e não faço ideia como se vê.

Também já brinca com a ração... será que não quer mais papa??!!!

Se alguém tiver sugestões eu agradeço imenso!!

bjs

(Já coloco uma foto :wink: )

Avatar do Utilizador
PatriciaMar
***
Mensagens: 50
Registado: sábado, 05/mai/2007, 14:56

segunda, 28/mai/2007, 00:55

Olá Dolfo,

Obrigada pela resposta :wink:

A catuura foi sempre criada à mão e com seringa mas ela mal me deixa colocar dentro do bico, abana a cabeça... talvez seja melhor tentar a colher, mas tenho ver se encontro daquelas especiais com dobras :?

Quanto ao papo... eu até apalpava mas ainda não consigo notar bem a diferença... dei-lhe à hora de jantar e agora só volto a dar amanha de manhã ... espero que tenha o papo vazio :?

Aconselharam-me 6 mml por refeição e a papa era a que ele estava a comer... mas não sei qual... como não convém mudar a papa, trouxe a que me indicaram.

Tenho estado sempre com ela... ou ele... e já temos uma relação bastante amigável :wink: mas quando me sente a chegar ainda faz aqueles sons de auto-defesa... mas depois de sentir que sou eu acalma logo... já adoro a bichinh... espero fazer tudo bem...

Vou tentar ver isso do papo... mas estou mesmo assustada :cry: :wink: Apalpei antes da comida e depois... e parece-me a mesma coisa :shock:

Obrigada Dolfo

Amanha já coloco a foto :wink:

Milas
***
Mensagens: 50
Registado: sexta, 09/mar/2007, 23:53
Localização: Tomar

segunda, 28/mai/2007, 02:29

Ola MargaridaMar,

não há problema nenhum em dar a papa fazendo-a escorrer na parte de cima do bico desde que ela coma, até serve para ela começar a comer, a sentir a papa, e deves dar a papa ao ritmo que a caturra te pede.

A temperatura da papa é um factor importante porque vai influenciar o modo como a caturra te vai pedir alimento.

O tamanho do papo pode variar muito de tamanho entre individuos da mesma especie mas 6ml parece-me pouco para uma caturra com 4 semanas de idade.

Cumprimentos

Milas
***
Mensagens: 50
Registado: sexta, 09/mar/2007, 23:53
Localização: Tomar

segunda, 28/mai/2007, 18:49

Ola PatriciaMar,

peço muitas desculpas por te ter trocado o nome :oops: , e não tenho nenhuma boa explicação :D

Cumprimentos

Avatar do Utilizador
PatriciaMar
***
Mensagens: 50
Registado: sábado, 05/mai/2007, 14:56

segunda, 28/mai/2007, 22:05

Não há problema Milas.. já me começo a habituar a trocarem o nome :wink:

Dolfo, a tua menina nota-se perfeitamente o papinho cheio!!! Linda e toda imponente!! :wink:

Bem a minha teve uma mudança radical de atitude, à hora de almoço e jantar gritava por comida e depois de lhe dar ainda continuava a pedir. É normal??? Estarei a dar a dose correcta??? Dizes que 6ml é pouco, que aconselhas que dê???

No site que sugeriste não apresenta as porções... mas está muito completo, pena não perceber françês!! :lol:

Outra questão.... ela já começa a querer voar... hoje enquanto fui trabalhar andou a passear pela casa, o que significa que saltou a caixa :?

Se me poderes aconselhar quanto à dose de comida.... porque acho que ela ficou com fome. Chegou aos 5ml já foi obrigada a comer, mas cada vez que me vía começava com aqueles gritinhos!!! :shock:

Help!! :wink:

Avatar do Utilizador
PatriciaMar
***
Mensagens: 50
Registado: sábado, 05/mai/2007, 14:56

segunda, 28/mai/2007, 23:09

Obrigada Dolfo... já ando mesmo doida com isto... tenho medo que ela não esteja a ser alimentada como deve de ser...

Vou então dar-lhe as 4 refeições diárias: dei às 19h e agora passo a dar à 1h; às 8h; às 14h e novamente 19h... achas que assim está bom???

A papa não sei a marca porque a criadora deu-me num saquinho a papa que a estava a alimentar... mas amanha telefono para lá e pergunto. A idade também.. apenas me disse que tinha 1 mês.

Coloquei igualmente na caixinha uma ração da nutribird G14 e sementes para se ir habituando à comida sólida.

Então sugeres que à comida sólida junte Bio-digest?? Vou então adquirir...

A seringa que tenho é de 10 ml... a dose que referes corresponde ao quê??? :roll: Pergunta parva... mas já estou toda trocada :wink:

Avatar do Utilizador
PatriciaMar
***
Mensagens: 50
Registado: sábado, 05/mai/2007, 14:56

sexta, 08/jun/2007, 23:36

Obrigada pelas vossas sugestões e conselhos...

Agora deparo-me com um dilema... quando a coloco numa gaiola????... Ela já está com as penas quase todas e já quer voar... dá-me muita pena vê-la fechada na caixinha mas tenho receio que a gaiola seja cedo...e sinta frio...

Alguém tem uma sugestão... !!!!??? :?

Obrigada :wink:

Avatar do Utilizador
vitor anastacio
Site Admin
Mensagens: 494
Registado: segunda, 16/out/2006, 19:42
Localização: setubal

sábado, 09/jun/2007, 00:28

Boa noite podes sempre colocar um pano em volta da gaiola para a proteger do frio mas acho que deves deixar andar a vontade porque uma caturra que ande "ao frio" tem tendencia mais tarde em ser mais resistente as mudanças de clima no sitio onde moro os criadores de caturras tem desde que naschem junto dos pais na rua onde apanham frio e sol e acabam por suportar qualquer clima logo por isso torna-se uma ave mais resistente que as criadas sempre protegidas do frio mas isto e so uma opiniáo porque apesar nde ter não e uma ave das quais faço criação :lol:
Vitor Anastacio criador de Psitacideos.
www.vitoranastacio1973.spaces.live.com

Avatar do Utilizador
PatriciaMar
***
Mensagens: 50
Registado: sábado, 05/mai/2007, 14:56

sábado, 09/jun/2007, 00:45

Obrigada pela tua resposta Vitos. Ela realmente já tem a plumagem quase toda... mas como ainda não está competamente tapadinha ainda estou na duvida....

Fiz a experiencia numa noite e ela parecia tremer, daí que estou com receio em colocala já... :?

Milas
***
Mensagens: 50
Registado: sexta, 09/mar/2007, 23:53
Localização: Tomar

sábado, 09/jun/2007, 14:00

[quote="Dolfo"]



Milas, isso funciona com aves que aceitam fácilmente o "biberão", e com aquelas que até o pedem, e com aquelas que devoram tudo o que se lhes dá.
Mas estou em crer que tal como com as crianças, em que umas comem bem e outras só enfiando-lhes a comida pela boca abaixo, também cada ave é um caso.
A caturra que alimentei, muitas vezes, sobretudo ao início, apesar de ter o papo vazio, ainda assim reagia como a da Patricia, recusava a papa, abanava a cabeça, fugia à seringa... Se dessas vezes eu só lhe tivesse dado o que ela pedia, isso seria equivalente a dar-lhe... nada de nada!

Que fazer nesses casos? Deixá-la sem comer? Esperar mais um bocado? Quanto tempo? Entretanto a papa vai arrefecendo...
Ou saltar essa refeição para ela ter mais fome na próxima? Isso não me parece de todo recomendável, que sugeres então?

Como tens mais experiência nisto do que eu, alguns detalhes e/ou dicas seriam bem vindos :wink:

[quote="Dolfo"]

Ola,

tenho muito pouca expriencia a criar aves á mão, por exemplo nunca tive uma que se recusasse a comer em defenitivo.

O mais comum quando não querem comer é a papa estar fria, se estiver a 38 graus aumento para 39 e se mesmo assim não comer aumento para 40 ºC, fazendo assim sempre resultou no meu caso.

Quando disse para dar a papa ao ritmo que a ave pede tem a ver com o facto de umas comerem de forma mais lenta que outras, devemos dar ao ritmo que a ave pede.

O ritmo ou "resposta á alimentação" varia de ave para ave e e varia com as especies. Tambem varia com a forma como estão a ser alimentadas, nos extremos se forem alimentadas em excesso podem mesmo perder ou diminuir muito a resposta a alimentação; se por outro lado estiverem a passar fome podem tornar-se muito agressivas.

Se as aves não querem comer eu não dou, se for uma ave muito nova vou tentando, se for uma ave já com penas salto uma refeição.

Cumprimentos

Avatar do Utilizador
_Tiago_Oliveira__
***
Mensagens: 118
Registado: quarta, 22/nov/2006, 21:18

quarta, 13/jun/2007, 21:18

Ola Patricia, és de onde? O Arara park situa-se mesmo na minha localidade! Hoje também fui lá buscar 1 ring necks verde para eu acabar de criar á mão! Quanto custou a tua caturrinha? A loja no que diz respeito aos psitacideos é excepsional! Não é?

Avatar do Utilizador
PatriciaMar
***
Mensagens: 50
Registado: sábado, 05/mai/2007, 14:56

sexta, 15/jun/2007, 00:18

Dolfo, quanto à tua questão do micro-ondas eu confesso que quanto menos o utilizo melhor, quanto mais para aquecer papa para um ser tão piqueno... não ousava fazê-lo, mas penso que também não seja nada fatal....

Tiago, eu moro bem longe de Santarém, ou Marinhais, fui lá mesmo para visitar o Arara e buscar a minha caturrita... criada à mão custou-me cerca de 40€ penso eu... mas os animais estão realmente baratos!!A loja tem realmente muita coisa, mas quando fui lá a primeira vez estava à espera de ver um parque aberto ao público e apenas pude observar a maternidade, de modos que saí de lá um pouco tristonha. Boa sorte com o teu menino... quando lá fui buscar a minha vi uns ring-necks, se calhar até já o conheço :D

Vai dando noticias do estado desse menino... eu tive alguns dissabores com a minha... mas espero que tudo fique bem daqui para a frente :wink:

Milas
***
Mensagens: 50
Registado: sexta, 09/mar/2007, 23:53
Localização: Tomar

sexta, 15/jun/2007, 16:20

Ola,

eu aqueço a papa no micro-ondas, parece-me normal que ao aquecer a papa se perca qualquer coisa...mas é muito pratico.

Um termo também poderá ser uma boa ajuda, mas nunca usei.

Utilizo um termometro que comprei numa casa de produtos para veterinaria. É um termometro que serve para ver a temperatura da carne junto ao osso, tem um "ferro" comprido que se espeta na carne e no topo um visor de ponteiro que varia entre -50ºC e +50 ºC. Já vi outros que me parecem mais indicados mas nunca os vi á venda, a minha dificuldade foi encontrar um em que a leitura fosse continua.

Cumprimentos

sobras
***
Mensagens: 96
Registado: domingo, 24/fev/2008, 22:00

domingo, 02/mar/2008, 00:05

Olá Dolfo,

Eu não sou criador de caturras mas sou criador de roseicollis, é quase a mesma coisa por isso os cuidados são os mesmos. Eu como normalmente preciso de alimentar cerca de 3 filhotes +/-, necessito de ter sempre a papa a mesma temperatura, preparo-a no micro-ondas e depois para não esfriar fasso como tu, arranjo uma pequena tijela de aluminio e cubro como pelicula aderente (acho que é esse o nome) para também não deixar sair a húmidade.


________
Um abraço,
Sobras

sobras
***
Mensagens: 96
Registado: domingo, 24/fev/2008, 22:00

domingo, 02/mar/2008, 20:28

Boas,


Tens razão Dolfo, peço desculpa se me fiz entender mal, o que eu queria dizer era isso mesmo, apenas aqueço a água no micro-ondas, de resto preparo a papa igualmente ao teu processo.

Voltar para “Psitacídeos Australianos e Oceânicos”