Agapornis Roseicollis "Kikinha" e "Milka"

ROSEICOLLIS, PERSONATUS, FISCHERI, LILIANAE, NIGRIGENIS, TARANTA, CANA, PULLARIA

Moderadores: pedro376h, borllock, vitor anastacio

Agapornis Roseicollis "Kikinha" e "Milka"

Mensagempor ClaudiaEMiguel » sábado, 30/dez/2017, 14:36

Olá a todos novamente :D

Desde já quero desejar a todos um excelente ano :mrgreen:

Este tópico vem no seguimento de algumas coisas que referi na minha apresentação. Existe muitos tópicos no fórum e já li bastantes mas cada ave é diferente e tem personalidades diferentes (pelo menos é a minha análise até agora) e dai ter nomeado este tópico com "Kikinha", a minha Roseicollis fêmea.

Tenho algumas duvidas mas irei começar com aquela que me aflige mais: o medo que ela tem das nossas mãos :|

A Kikinha foi criada à mão e nasceu em 2016 (não sei em que mês). Está na nossa casa desde o dia 12 de Novembro, após a termos comprado numa feira a um senhor que vendia mais animais. A Kikinha é sossegada, educada, gosta muito do seu cantinho mas quando a meto na rua (varanda) e ouve os outros pássaros fica super extrovertida e energética.
Na primeira noite que esteve cá em casa passou a noite agarrada as grades da gaiola mas hoje em dia já sai da gaiola sozinha (se deixar a porta aberta e ao ouvir outros pássaros, ou por vezes sai mesmo por vontade própria), já aceita sementes se lhe der devagarinho por dentro da gaiola e mesmo se der por fora também já aceita (mesmo sem tirar a comida dela durante algum tempo). Mas quando lhe dou a mão quando está fora da gaiola para ela subir ela foge e só muito raramente é que ela sobe (e tenho que insistir um pouco). Ela aparenta ser saudável, dorme bastante (por vezes dou por ela durante o dia a dormir), dorme sobre uma patinha, limpasse, bebe água regularmente, a comida eu dou-lhe umas 3 ou 4 sementes de girassol por dia e o resto uso uma mistura que há no Pingo Doce da ActivePet, e limpo-lhe todos os dias a gaiola.

Dizem que não devemos agarrar neles e eu nunca agarrei. Qual a vossa opinião?
Tenho tentado fazer ganhar a confiança dela e embora ela já venha comer as sementes quando lhe dou, ela continua com praticamente o mesmo medo das minhas mãos, o que eu penso que seja por lhe terem cortado as guias. Há algo que possa fazer? E em relação as guias, existe algo que possa dar para ajudar a crescer?

Gostava de saber a vossa opinião. Segue duas fotos dela:
Imagem Imagem

OBRIGADO A TODOOOS :mrgreen:
Editado pela última vez por ClaudiaEMiguel em domingo, 20/mai/2018, 14:43, num total de 2 vezes.
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Roseicollis Fêmea "Kikinha"

Mensagempor joana_reis » sábado, 30/dez/2017, 19:24

A Kikinha é muito bonita :) Eu acho que é dar-lhe o seu tempo para se adaptar e também a vir á mão e ganhar confiança. Também arranjei há dois meses uma companhia para o meu menino Floyd (agaporinis), e ela é muito arisca. Agora ela já me começa a mordiscar o dedo e vir comer umas sementes ao dedo. O melhor é dar tempo aos animais para que eles tenham confiança. :)


Cumprimentos

Joana Reis
joana_reis
***
 
Mensagens: 64
Registado: segunda, 17/abr/2017, 12:16

Re: Roseicollis Fêmea "Kikinha"

Mensagempor ClaudiaEMiguel » sábado, 30/dez/2017, 19:38

Obrigado Joana pela resposta :)

Sem dúvida alguma. E em relação as asas? Acho que ela tem falta de confiança por não conseguir voar.. Esta semana trouxe o Pipoca (um roseicollis macho da minha irmã) e ela adora ele. Quer estar sempre ao pé dele só que ele não lhe liga nenhuma porque está demasiado afeiçoado aos humanos. Inclusive ela, provavelmente pelo Pipoca estar cá, tem tentado levantar vôo por si (vou tentar por aqui um vídeo), algo que nunca o fez.
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Roseicollis Fêmea "Kikinha"

Mensagempor joana_reis » sábado, 30/dez/2017, 21:37

Boa noite, em relação ás asas desconheço totalmente se voltam a crescer, mas penso que não.
É ter paciência com o bichinho que ele vai ganhando confiança :)

Cumprimentos

Joana Reis
joana_reis
***
 
Mensagens: 64
Registado: segunda, 17/abr/2017, 12:16

Re: Roseicollis Fêmea "Kikinha"

Mensagempor ClaudiaEMiguel » sábado, 30/dez/2017, 22:27

As guias do Rosei da minha irmã cresceram e de fato as da Kikinha também já cresceram +- um centímetro. Mas espero que não fiquem assim porque vê-se que ela sente falta. :|
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Agapornis Roseicollis fêmea "Kikinha" [dúvidas]

Mensagempor borllock » domingo, 31/dez/2017, 15:06

As penas das asas voltam a crescer. Se foram cortadas demora mais tempo, só na próxima muda quando as velhas caírem e as novas nascerem.Se foram arrancadas (não se deve fazer!!) voltam a crescer num espaço de tempo mais curto. Mas digo-lhe já que quem lhe cortou/arrancou as penas fez de forma muito errada porque apenas fez numa das asas, a ave ao tentar voar vai rodopiar e pode-se magoar. :(
Relativamente ao amansar a ave tem de ter calma e dar tempo ao tempo, até porque tem a ave há pouco mais de 2 meses e pelo que descreve já dá sinais de confiar nos novos donos, vá com calma e não agarre a ave à força, com o tempo ela vai perder o medo das mãos.
Cumprimentos,
José Jesus

Porto - Penafiel

Visitem: https://placeofbirds.wordpress.com/
borllock
Site Admin
 
Mensagens: 3415
Registado: domingo, 01/jul/2012, 16:23

Re: Agapornis Roseicollis fêmea "Kikinha" [dúvidas]

Mensagempor ClaudiaEMiguel » domingo, 31/dez/2017, 17:51

Obrigado José pela atenção.
Quando a comprei não tinha conhecimento praticamente nenhum acerca dos Roseis e depois percebi que foram mal cortadas :|
Ela quer é imensas vezes voar e acaba por cair no chão. Esta semana o da minha irmã veio para cá e ela pela primeira vez tentou voar por si (https://www.youtube.com/watch?v=IULUHFP0KVo).

Alguém conhece algum criador que tenha algum macho criado a mão em Lisboa? Um bom parceiro para ela tem que ter a mesma idade ou pode ser mais novo, deste ano?
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Agapornis Roseicollis fêmea "Kikinha" [dúvidas]

Mensagempor borllock » segunda, 01/jan/2018, 12:06

Nesse video ela não está a tentar voar, está a exercitar os músculos das asas, se ela tentasse voar atirava-se mesmo da gaiola.
Relativamente a parceiros, aves domesticadas(criadas à mão) costumam ser muito problemáticas com outras aves da mesma espécie, basicamente perdem instintos e não sabem interagir com os individuos da mesma espécie e como tal atacam. O importante aqui não é a idade, mas sim, se essa fêmea aceita um macho, assim como se esse macho aceita a fêmea uma vez que também vai ser domesticado.
Cumprimentos,
José Jesus

Porto - Penafiel

Visitem: https://placeofbirds.wordpress.com/
borllock
Site Admin
 
Mensagens: 3415
Registado: domingo, 01/jul/2012, 16:23

Re: Agapornis Roseicollis fêmea "Kikinha" [dúvidas]

Mensagempor ClaudiaEMiguel » segunda, 01/jan/2018, 15:54

Faz todo o sentido. Vou tentar arranjar um companheiro para ela e vou dando notícias :D
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Agapornis Roseicollis fêmea "Kikinha" [dúvidas]

Mensagempor ClaudiaEMiguel » terça, 02/jan/2018, 14:18

O que acham deste (youtube) Rosei para companheiro da Kikinha?
Vim a constatar que não tenho a certeza absoluta se a Kikinha é um macho ou uma fêmea, isto porque só me estou a fiar na palavra do antigo dono. Da mesma forma não sei o sexo desse potencial companheiro da Kika, pelo que vai ser interessante ver o comportamento dos dois. Uma coisa eu reparei, que com o Pipoca que foi criado a mão e que está super afeiçoado aos humanos, a Kika ia ter com ele mas ele atacava-a quase sempre e tentava proteger-me (território dele) dela.
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Agapornis Roseicollis fêmea "Kikinha" [dúvidas]

Mensagempor borllock » terça, 02/jan/2018, 14:53

O sexo não é muito relevante no comportamento da aves. Os roseicollis gostam de andar aos pares, ás vezes formam casais de 2 fêmeas ou 2 machos, mas se puder arranjar mesmo casal é o ideal.
Pode sexar as aves, é mais fácil e é barato: http://www.stabvida.com/pt/sexagem-de-aves
Tem de ter atenção a juntar uma ave adulta com uma cria, o adulto pode matar a cria/juvenil.
Se possivel junte as 2 aves em território neutro, ou seja, nunca na gaiola da kikinha.
Cumprimentos,
José Jesus

Porto - Penafiel

Visitem: https://placeofbirds.wordpress.com/
borllock
Site Admin
 
Mensagens: 3415
Registado: domingo, 01/jul/2012, 16:23

Re: Agapornis Roseicollis fêmea "Kikinha" [dúvidas]

Mensagempor ClaudiaEMiguel » terça, 02/jan/2018, 16:52

Afinal é bem barato e simples. Grande José, obrigado :mrgreen:
Vamos ver no que dá :lol:
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Agapornis Roseicollis fêmea "Kikinha" [dúvidas]

Mensagempor ClaudiaEMiguel » quinta, 04/jan/2018, 21:59

Já arranjei um companheiro para a Kikinha, o Milka (um possível macho).

O Milka nasceu a 21 de Novembro e já come sozinho. Pia muito para pedir o nosso "colo" e quentinho, e adora estar aconchegado. Ante-ontem dormiu no poleiro mas ontem já dormir no chão embrulhado num paninho. Em ambos os dias acordou as 9:30 a piar imenso, a pedir o nosso quente :lol:

A Kikinha gosta dele e preocupasse com ele. Tal como aconteceu com o Pipoca, a a Kikinha tentou ir para o pé dele e pela primeira vez vi ela a comer comida do chão, quando ele estava a comer também (penso que o estava a imitar). Comunicam os dois mas eu já percebi que o Milka procura outros passarinhos e nem sempre faz caso da Kikinha.

Já tiveram juntos em terreno aberto e embora tenha corrido bem a maioria do tempo (com um ao lado do outro, a comer), tanto um como o outro já se bicaram. A Kikinha já reparei que tem alguns ciumes (eu nem sei se isto é possível) porque quando dou muita atenção ao Milka ela fica agitada e se por acaso a gaiola tiver aberta ela vem ter conosco e acaba por bicar o Milka. Mas a maior parte das vezes é o Milka que tem uma atitude mais hostil, virando-se para a Kika com o bico aberto (imóvel) e a espera de atacar. Apesar disso a Kika vê-se que gosta dele pelo que vou tentar não os juntar muito para ela não ficar "mal" com ele.

Segue uma foto do malandreco que adora colinho :D
Imagem
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Agapornis Roseicollis "Kikinha" e "Milka"

Mensagempor ClaudiaEMiguel » domingo, 20/mai/2018, 15:02

Olá a todos. Temos estado muito ausentes derivado a muito muito trabalho. Venho atualizar um pouco a situação entre o Milka e a Kikinha e pedir a vossa ajuda para me esclarecem algumas dúvidas.

Para começar estes malandrecos já fizeram uma primeira postura. Comecei por juntá-los numa gaiola nova e eles lá foram começando a ficar sempre juntos. Ao reparar que o Milka queria começar a galar a Kikinha, juntei um ninho, materiais de construção e lá fizeram o resto do trabalho :lol: Eles estão na nossa cozinha mas estão maior parte do tempo tapados para estarem em mais privacidade. O Milka é muito apegado a nós e adora sair da gaiola, mas tem uma relação (acho que) normal com a Kikinha.

O Milka foi galando a Kikinha e ela foi levando material para a gaiola. Ao inicio ela não tinha muito prática a levar o material (caia muito das penas) mas agora já leva facilmente. Colocou 5 ovos. Dia sim dia não colocava um e aos 21 dias começamos a ver todos os dias se já tinha nascido algum. O problema foi que nenhum nasceu porque fomos a ver e nenhum ovo estava galado. Agora o problema é que a Kikinha continua a levar palhinhas para o ninho. Deixei lá 2 ovos porque não sei o que fazer. O que recomendam? Retiro os ovos? O ninho? Ela aparenta estar bem. Nesta semana ela amansou mais, porque teve umas semanas muito mais brava com o Milka (parecia que ela queria que ele fosse para dentro do ninho porque ela só parava de ir atrás dele quando ele lá entrava). O Milka por sua fez ficou mais territorial, rebelde e pica com muito mais força e em tudo (deve ser da idade também). Agora o que recomendam? Estamos um pouco aflitos :?

OBRIGADOOOOO A TODOS
Avatar do Utilizador
ClaudiaEMiguel
 
Mensagens: 19
Registado: sábado, 09/dez/2017, 19:48
Localização: Odivelas

Re: Agapornis Roseicollis "Kikinha" e "Milka"

Mensagempor borllock » domingo, 20/mai/2018, 20:49

Olá
Chegou a fazer sexagem?
Pode retirar os ovos/ninho se não quiser que eles criem.
Cumprimentos,
José Jesus

Porto - Penafiel

Visitem: https://placeofbirds.wordpress.com/
borllock
Site Admin
 
Mensagens: 3415
Registado: domingo, 01/jul/2012, 16:23

Próximo

Voltar para Exclusivo: Agapornis

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes