Avatar do Utilizador
PauloSantos
***
Mensagens: 54
Registado: quinta, 07/fev/2008, 18:00

Construção de ninhos em PVC

quinta, 14/fev/2008, 22:02

Como já foi referido no tópico sobre a construção de gaiolas em rede, aproveitei o balanço e construí também ninhos em PVC.

Para o efeito, utilizei PVC expandido, que embora seja rigido, é fácil de trabalhar, já que, se corta facilmente com um x-acto.

O objectivo principal da construção destes ninhos, prendeu-se com o facto de conseguir manter caixas de ninho que me permitissem serem lavadas e desinfectadas, sem correr o risco de as estragar ao fim de 2 ou 3 épocas de criação, devido às frequentes lavagens com água, que inevitávelmente, deterioram a madeira.

Eventualmente, numa fase inicial, fazer ninhos em PCV pode ficar mais caro que os tradicionais ninhos em madeira, no entanto, a médio/longo prazo, o investimento, compensa... e muito.

Pessoalmente, isto saiu-me extremamente barato, já que, como trabalho em publicidade, tive a sorte de conseguir, à borla (o que é sempre agradável) o PCV.

Também tive a sorte do PCV já estar cortado em pequenas peças de 20 cm X 15 cm, o que ainda mais facilitou o trabalho.

Estas peças destinavam-se a um trabalho de publicidade que não se chegou a realizar e... foram aproveitadas para os meus passarinhos ;)

Deste modo, com as peças já cortadas, necessitei apenas cola de cianoacrilato (vulgo super-cola 3) um x-acto e pouco mais.

O resultado foi este:


Um aspecto geral da placas de PVC

Imagem

Imagem



Para as paredes laterais, é importante que se façam respiradores, que evitará a acumulação excessiva de humidade.

Este processo é muito fácil de executar com um berbequim e uma broca de furar madeira.

Um outro pormenor importante, é que, os respiradores de um lado, fiquem ligeiramente mais altos que do outro lado, de forma a proporcionar uma eficaz circulação do ar, ou seja, conseguir uma assimetria dos respiradores.


Imagem


Após se fazer os respiradores, é só começar a colar as placas entre si, com a ajuda da cola de cianoacrilato, até obtermos uma caixa onde ficará apenas a faltar as partes da frente e de trás.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem



Com a ajuda de uma broca craniana e de uma broca de madeira, faz-se na parte da frente, as aberturas de entrada para o ninho, bem como, um buraco para posterior colocação de um poleiro de acesso ao ninho.

Após se ter procedido à abertuda destes dois buracos, cola-se a parte da frente, à estrutura já montada anteriormente


Imagem

Imagem

Imagem


Ao colarmos a frente do ninho, tendo a placa 20 cm de altura, vai haver um excesso que sairá por fora (4 cm).

Por norma, corto 2 cm desse mesmo excesso, aproveitando-os para fazer um reforço, que depois servirá para a colocação dos ganchos que suportarão e fixarão o ninho à gaiola


Imagem

Imagem



Após a colocação da frente es respectivos ganchos de suporte, ficamos com o ninho com este aspecto, faltando apenas a parte traseira (porta)

Imagem

Imagem

Imagem



Para a porta e interior do ninho, optei por fazer duas peças presas entre si.

A primeira peça (interior do ninho) é feita em madeira (aparite) que tem como principal objectivo, e sendo madeira, aborver alguma humidade excessiva que eventualmente se acumule no interior do ninho.

Além do fundo, onde é feita a concavidade, estas peça é composta ainda por um rebordo com 4 cm de altura


Imagem

Imagem


Depois, com uma placa de PVC à medica da abertura traseira, fixo essa mesma placa ao fundo em madeira com a ajuda de 4 ou 5 pequenos pregos, constituindo assim uma peça única (fundo e porta) cujo o fundo, poderá ser, em caso de estar deteriorado com as lavagens, facilmente trocado.

Imagem

Imagem


Após concluido este processo, bastanta encaixar esta ultima peça (porta e fundo) na respectiva caixa do ninho e ele está completo.

Imagem


Para evitar que a porta se abra, com a ajuda de um pequeno prego na lateral da porta e uma tira de PVC idêntica à utilizada nos cartões multibanco, fiz um pequeno fecho de segurança, que evita que a porta se abra, quer por acção das aves, quer por mero acidente

Imagem


Com este sistema, as limpezas do ninho, ficaram bem mais facilitadas e são efectuadas de forma mais rápida, já que, como disponho de fundos extra, sempre que pretendo proceder à limpeza do ninho, basta-me trocar as crias de um fundo para o outro, sem ter que incomodar a fêmea durante muito tempo

Imagem




Os presentes ninhos, têm-se revelado uma agradável surpresa, já que, corresponderam na totalidade às minhas expectativas, quer em termos de durabilidade, quer de facilidade de manutenção.

Nunca tive, até à data, qualquer tipo de problemas com excesso de humidade, até porque, além do fundo em madeira, costumo utilizar aparas de madeira (serradura grossa) no fundo do ninho, o que, auxilia bastante a absorver o excesso de humidade que possa existir.

Estou extremamente satisfeito com o seu desempenho e ao contrário do que acontecia com os ninhos em madeira, em que, algumas aves tinham a tendência para os roer, não tive até ao momento, nenhum problema idêntico com este tipo de ninho.

Como nota final, deixo apenas mais uma infromação.

Embora toda a estrutura do ninho se aguente muito bem apenas com a acção da cola, por uma questão de maior solidez, acabei por aplicar uns pregos nas uniões.

Recomento a utilização de pregos de aluminio, para evitar que enferrugem, pois um dos objectivos destes ninhos, é também o de utilizar o minimo de ferragens possivel.
Paulo Santos

Avatar do Utilizador
cblampreia
****
Mensagens: 493
Registado: domingo, 15/out/2006, 23:12
Localização: Loulé
Contacto: Sítio web

sexta, 15/fev/2008, 01:00

Olá.

Mais uma vez, está tudo muito bem explicado.

Já agora, para quem não trabalha em publicidade, onde poderei encontrar esse pvc?

Avatar do Utilizador
PauloSantos
***
Mensagens: 54
Registado: quinta, 07/fev/2008, 18:00

sexta, 15/fev/2008, 01:14

cblampreia Escreveu:Olá.

Mais uma vez, está tudo muito bem explicado.

Já agora, para quem não trabalha em publicidade, onde poderei encontrar esse pvc?

Existem diversas empresas a comercializar este tipo de PVC expandido, as que conheço melhor são:

Em Turquel, a Dimatur

http://www.dimatur.pt/


E a Plásticos do Sado com lojas em Braga, Porto, Sanguêdo, Leiria, Lisboa, Coina (margem sul) e Olhão

http://www.plasticos-do-sado.pt
Paulo Santos

Eli Moreno
Mensagens: 2
Registado: quarta, 09/abr/2008, 16:43

quarta, 16/abr/2008, 21:15

Paulo Santos!
favor entrar em contato através do e-mail
esmoreno@pcab.usp.br
Grato e sucesso
Eli Moreno

Voltar para “Bricolage e Projectos, Gaiolas, Ninhos, Materiais e Acessórios”